'Skins' que vandalizaram cemitério judeu acusados

Justiça. Arguidos profanaram campas com cruzes suásticas

Dois homens de 16 e 24 anos gravaram cruzes suásticas em campas

O Ministério Público encerrou o inquérito aberto em Setembro de 2007 contra dois indivíduos, à época identificados como skineads, que invadiu e vandalizou um cemitério judaíco em Lisboa, acusando os arguidos de vários crimes, segundo se lê num documento da Procuradoria Geral Distrital de Lisboa.

"(...) Terminou igualmente com dedução de acusação um inquérito em que se investigava um caso grave de profanação de um cemitério judaíco", lê-se no documento.

O caso remonta a Setembro de 2007, quando dois homens, de 16 e 24 anos, foi apanhado em flagrante a vandalizar o cemitério judeu, em Lisboa. Foi um homem que vivia ao lado do cemitério, e que ouviu "barulhos estranhos", quem avisou a polícia. Os autores do acto de vandalismo foram identificados como skineads , do movimento Hammerskin, e detidos em flagrante pela polícia.

Foram 17 as famílias de judeus que viram os túmulos e lápides dos seus parentes mortos vandalizados, com a gravação de cruzes suásticas expostas nos locais.

Os dois skins saíram na altura em liberdade, depois de ouvidos no Tribunal de Instrução Criminal de Lisboa, tendo ficado obrigados à medida de coacção de apresentações periódicas nas autoridades.

'Chuva' de críticas

O caso lançou na altura um amplo debate sobre o racismo e os anti-semitas, com o presidente da Comunidade Israelita de Lisboa, José Oulman Carp, a vir a público classificar o acto de vandalismo do grupo como "ignóbil e de extremismo intolerante".

"Este acto não é somente contra os judeus e as minorias, é também e sobretudo contra os valores democráticos, contra a liberdade, contra o mundo livre", avisou, então, Oulman Carp.

O ministro da Administração Interna, Rui Pereira, chegou a visitar o local, o Alto-comissariado para a Imigração e Minorias Étnicas também veio reprovar o acto e o CDS/PP também condenou a profanação.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG