'Doctor Who' viaja através do tempo até à SIC Radical

Série de culto. Depois de ser exibida durante 26 anos no século passado, o que lhe garantiu um recorde do 'Guinness', 'Doctor Who' está de regresso à televisão numa segunda versão. Com a chancela BBC, a série de ficção científica tem feito sucesso no Reino Unido e chega hoje, às 19.30, à SIC Radical

Canal comprou as duas primeiras séries do 'remake'

Um misterioso viajante, conhecido apenas por Doutor, explora o espaço e o tempo através da TARDIS, uma máquina do tempo que se assemelha a uma cabine da polícia londrina dos anos 60. Esta continua a ser a ideia-base da nova série de Doctor Who, que recupera o sucesso do século passado (1963-1989), e chega hoje à SIC Radical, às 19.30.

A ficção, produzida pela estação britânica BBC, está referenciada no Guinness Book of Records como "a mais duradoura série de ficção científica do mundo", sendo também um ícone da cultura popular em muitos países, à semelhança de Star Trek e outros programas do género.

Por exemplo, o episódio especial de Natal da série, foi visto por 13,3 milhões de espectadores, apenas no Reino Unido, afirma o canal em comunicado. As duas primeiras temporadas deste remake foram já garantidas pela SIC Radical, em exclusivo para a televisão portuguesa, ficando ainda com "direito de opção para as temporadas seguintes", diz a estação.

Christopher Eccleston é o novo actor a interpretar o Doutor, uma personagem envolta em mistério desde a estreia da série original, na década de 60. "Sabe-se apenas que é um extraterrestre viajante e excêntrico, com um grande conhecimento sobre as mais variadas matérias, e que combate as injustiças com que se depara ao explorar o Universo na sua nave espacial", adianta o canal.

No Reino Unido, o Doutor é actualmente interpretado por David Tennant, que desde a segunda temporada deste remake dá vida ao tripulante da TARDIS - Time And Relative Dimensions In Space (tempo e dimensões relativas no espaço, em português).

Outras novidades do canal

A SIC Radical está a preparar algumas alterações, como a reformulação do Curto Circuito ou o novo programa de humor de José de Pina, Fogo Posto, noticia o Meios & Publicidade.

Quanto ao Curto Circuito, além de novos cenários, haverá também um novo apresentador - escolhido através de casting -, já que só João Manzarra se irá manter à frente do programa. As duas caras femininas do Curto Circuito vão de férias e regressam em Setembro para novos projectos no canal.

Já o novo programa de José de Pina (que entrou em Prazer dos Diabos) será constituído por vários sketches com autoria das Produções Fictícias. Fogo Posto terá periodicidade semanal, estando prevista uma série inicial de sete episódios com duração de 30 minutos.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG