Frederico Gil sobe 45 lugares no 'ranking'

A presença nos quartos-de-final do Estoril Open garantiu ao português Frederico Gil a progressão de 45 lugares no ranking técnico da ATP.

O tenista treinado por João Cunha e Silva, que venceu o espanhol, David Luque, na primeira ronda, o russo Dmitry Tursunov, na segunda e foi eliminado, em seguida, pelo argentino David Nalbandian - vencedor do torneio - ocupa agora a 201.ª posição na classificação liderada pelo suíço, Roger Federer.

O espanhol, Rafael Nadal, continua a ocupar a segunda posição, mas a grande distância do suíço (4.135 pontos contra 7.160), enquanto David Nalbandian, graças ao triunfo no Jamor, recuperou o terceiro lugar (2.845) que conquistara em Março, trocando de lugar com o croata Ivan Ljubicic.

O resultado foi ainda melhor para Nalbandian no que toca à Corrida dos Campeões, já que saltou do sétimo para o quarto lugar, atrás de Federer, Nadal e Ljubicic.

Já o finalista derrotado na prova portuguêsa, o russo Nikolay Davydenko, manteve o sexto lugar no ranking técnico, mas ganhou uma posição na Corrida dos Campeões, passando no nono para o oitavo lugar.

Com o 201.º lugar, Frederico Gil domina o panorama nacional, embora ainda longe da marca alcançada, em 1995, por Nuno Marques, que chegou ao 86.º lugar do ranking - a melhor classificação de sempre de um tenista português.

No que respeita ao ranking feminino WTA, a francesa Amélie Mauresmo continua a liderar (3437 pontos) à frente da belga Kim Clijsters (3.048), que venceu, domingo, o torneio de Varsóvia e das russas Maria Sharapova (2.678) e Nadia Petrova (2.369).

Outra belga, Justine Henin-Hardenne, que optou por não defender os pontos conquistados no ano passado na prova polaca, permitiu a subida da francesa Mary Pierce (2.344) e da americana Lindsay Davenport (2.254), ao quinto e sexto lugares, respectivamente.

Frederica Piedade, afastada na primeira ronda do Estoril Open pela francesa Emilie Loit, mantém-se como melhor portuguesa, na 151.ª posição do ranking, à frente de Magali de Lattre (485.ª) e Neuza Silva (528.ª).

O Estoril Open provocou ainda outra alteração, projectando a vencedora do torneio, a chinesa Jie Zheng, para o 44.º lugar, perto da sua melhor classificação de sempre (42.ª) e a compatriota, Na Li, finalista derrotada, para a 61.ª posição, progredindo nove lugares.

Ler mais

Exclusivos