Ponte romana de Muge vai ser recuperada

As obras de requalificação da ponte romana de Muge, vão custar aproximadamente 120 mil euros. A intervenção, que começou no passado dia 12, tem como objectivo recuperar um dos mais importantes vestígios da presença romana no concelho de Salvaterra de Magos. Os trabalhos, promovidos pela câmara municipal, que conta com o apoio do Instituto Português do Património (Ippar), incluem ainda o asfaltamento dos acessos à travessia e iluminação daquele monumento.

Para a presidente da Câmara Municipal de Salvaterra de Magos, Ana Cristina Ribeiro, «a reabilitação da ponta romana de Muge, conjugada com a dinamização do centro Interpretativo Cabeço dos Morros (os conhecidos concheiros de Muge), que é o maior complexo mesolítico da Europa, representa uma aposta, e um evidente esforço, de todo o município na defesa e valorização do património histórico do concelho».

O início dos trabalhos de requalificação daquela ponte romana sobre o rio Mugem coincide com o ano em que se festejam o 700. º aniversário da Outorga da Carta do Foral a Muge.

Ler mais

Exclusivos

Premium

Anselmo Borges

"Likai-vos" uns aos outros

Quem nunca assistiu, num restaurante, por exemplo, a esta cena de estátuas: o pai a dedar num smartphone, a mãe a dedar noutro smartphone e cada um dos filhos pequenos a fazer o mesmo, eventualmente até a mandar mensagens uns aos outros? É nisto que estamos... Por isso, fiquei muito contente quando, há dias, num jantar em casa de um casal amigo, reparei que, à mesa, está proibido o dedar, porque aí não há telemóvel; às refeições, os miúdos adolescentes falam e contam histórias e estórias, e desabafam, e os pais riem-se com eles, e vão dizendo o que pode ser sumamente útil para a vida de todos... Se há visitas de outros miúdos, são avisados... de que ali os telemóveis ficam à distância...