Premium Elas não têm medo nem de piratas, nem do espaço, nem de ayatollas

Uma almirante, uma astronauta, uma Nobel da Paz, uma embaixadora, uma presidente da república (duas vezes) e ainda uma ativista social com um apelido de grande peso. O exemplo de seis mulheres que já passaram pelas páginas do DN e que são inspiradoras.

A americana Michelle ri-se quando fala de liderar navios em caça a piratas e até inspirar filmes com Tom Hanks; Mae, também dos Estados Unidos, tenta convencer-me de que ir ao espaço não é nada de especial; Shireen recusa ver-se como heroína das iranianas e inimiga do peito dos ayatollas; Beyalnesh desdramatiza a fuga da Etiópia para Israel no tempo de Mengistu e prefere falar do regresso feliz já como embaixadora; a indiana Tara é tão humilde no que diz respeito ao peso do apelido que só consegue realçar a condição de neta de Gandhi, avô que viu matarem tinha ela 13 anos.

Ler mais

Exclusivos