Da China até à Lua: a nova Rota da Seda
Exclusivo

China

Da China até à Lua: a nova Rota da Seda

Para Pequim, as novas rotas comerciais estendem-se da China à Lua. Pelo caminho farão surgir o primeiro extraterrestre: um casulo de bicho-da-seda cuja larva deverá nascer na face oculta da Lua.

A China chegou à Lua com uma sonda que representa uma demonstração de poder impressionante. O local escolhido fica na face oculta da Lua, não apenas porque ainda ninguém lá tinha ido mas porque se acredita que existam lá informações científicas importantes, que aquela área seja rica em minerais e também que aquela seja a base perfeita para lançar futuras explorações espaciais. Este acontecimento representa bem mais do que uma mera conquista simbólica e é mais um ponto cumprido na extensa lista de tarefas do programa espacial chinês - que tem uma estratégia de longo prazo.

Há aqui três linhas de leitura importantes, sendo a primeira científica: a vista para o universo a partir da face oculta da Lua é inegavelmente melhor, razão pela qual durante décadas os cientistas sonharam em colocar lá um observatório. Sem as interferências vindas da Terra, cujos sinais a Lua absorve, é mais fácil perceber a evolução do universo. Será também por ali que deverá nascer uma estação lunar, tornando mais fácil o salto para outros destinos inexplorados. E aquele é também o melhor local para desenvolver experiências sobre a vida fora do planeta Terra.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG