Mais de metade dos corpos já foram identificados

As autópsias médico-legais decorrem no Instituto Nacional de Medicina Legal de Coimbra

Mais de metade dos corpos das 64 vítimas mortais do incêndio que começou no sábado em Pedrógão Grande já foram identificados, informou hoje fonte do Ministério da Administração Interna (MAI).

"Já estão a realizar-se há várias horas as autópsias médico-legais, que vão continuar a ser feitas durante toda a noite. O processo não pára", disse hoje à agência Lusa fonte do MAI, não revelando o número concreto de corpos já identificados.

As autópsias médico-legais decorrem no Instituto Nacional de Medicina Legal de Coimbra, para onde foram os 64 corpos resultantes do incêndio de grandes dimensões que começou no sábado, no interior norte do distrito de Leiria.

O fogo, que deflagrou às 13:43 de sábado, em Escalos Fundeiros, concelho de Pedrógão Grande, alastrou depois aos concelhos vizinhos de Figueiró dos Vinhos e Castanheira de Pera, no distrito de Leiria, e entrou também no distrito de Castelo Branco, pelo concelho da Sertã.

O último balanço oficial dá conta de 64 mortos e 135 feridos.

Há ainda dezenas de deslocados, estando por calcular o número de casas e viaturas destruídas.

Além de Pedrógão Grande, existem quatro grandes fogos a lavrar nos distritos de Leiria, Coimbra e Castelo Branco.

Relacionadas

Últimas notícias

Conteúdo Patrocinado

Mais popular