NASA vai lançar "sonda suicida" para tocar no Sol

Representação artística do aspeto que terá a Solar Probe Plus

Quando a nave se aproximar da atmosfera do Sol, vai ter que suportar temperaturas superiores a mil graus

Enquanto é possível enviar sondas para estudar os planetas do Sistema Solar, os investigadores astronómicos sempre enfrentaram um grande desafio no que toca a perceber melhor a estrela que se encontra no centro: o Sol. As temperaturas elevadíssimas que lá se registam impedem que uma nave se aproxime a partir de uma certa distância sem sofrer danos irreparáveis.

Para conhecer melhor o Sol, a agência espacial norte-americana, a NASA, tem planos de lançar uma sonda em 2018 que será enviada para o Sol. No processo, a sonda Solar Probe Plus (SPP) vai ser destruída, mas espera-se que antes disso consiga enviar dados essenciais acerca da estrela que permitam saber mais sobre ela.

A partir do seu lançamento, agendado para 30 de julho de 2018, a Solar Probe Plus vai aproximar-se do Sol gradualmente em órbitas cada vez mais próximas: completará 24 voltas ao Sol. Na sua aproximação final estará a apenas 6 milhões de quilómetros de distância do Sol - sete vezes mais próxima do que a sonda Helios, a que detém atualmente o recorde de ter estado mais perto da estrela.

A revista Forbes relembra que já há 60 anos que se discute enviar uma "sonda suicida" até ao Sol. A Solar Probe Plus deve ser lançada em 2018 e, apenas dois meses após sair da Terra, já estará a passar pelo planeta Vénus. Espera-se que em dezembro de 2024 faça a sua primeira passagem próxima do Sol.

O projeto vai custar 1,5 mil milhões de dólares, ou cerca de 1,3 mil milhões de euros. Quando a nave se aproximar da atmosfera do Sol, vai ter que suportar temperaturas superiores a mil graus celsius mas, graças ao seu escudo protetor, o seu laboratório interior deverá permanecer a uma temperatura inferior a 50 graus.

A viagem tem vários objetivos científicos, entre eles explorar a estrutura e a dinâmica dos campos magnéticos que provocam os ventos solares.

Relacionadas

Últimas notícias

Conteúdo Patrocinado

Mais popular

  • no dn.pt
  • Sociedade
Pub
Pub