Menina desaparecida em Foz Côa terá sido levada pelo pai para Istambul

Agentes da GNR estiveram no terreno. Autoridades controlaram entradas e saídas de Foz Coa

Criança de nove anos foi levada sem consentimento da mãe

A criança que desapareceu ontem, quarta-feira, em Foz Côa, foi localizada em Istambul, na Turquia. A notícia foi avançada pela SIC Notícias: terá sido o pai da criança, uma rapariga de nove anos, que a levou das imediações da escola que frequentava, sem consentimento ou conhecimento da mãe.

Fonte da PJ da Guarda confirmou entretanto à agência Lusa que a menina estará "em princípio" em Istambul. "Foi o próprio pai que a levou. Embarcou ontem (quarta-feira), em Madrid, com documentos falsos de outra irmã", disse o coordenador do departamento de investigação criminal da PJ da Guarda, José Monteiro.

A criança de nove anos foi dada como desaparecida na quarta-feira em Vila Nova de Foz Côa.

A mãe e a criança são romenas e o pai - que não tinha contacto com a família há cerca de cinco anos - é de nacionalidade turca.

A investigação está a ser liderada pela PJ da Guarda. Segundo fonte da GNR, no terreno estiveram elementos da GNR, Polícia Judiciária (PJ) e Bombeiros, apoiados por binómios cinotécnicos.

Relacionadas

Últimas notícias

Conteúdo Patrocinado

Mais popular

  • no dn.pt
  • Sociedade
Pub
Pub