Um milhão de cheques-dentista desperdiçados

Indisponibilidade dos pais apontada como uma das razões para o desaproveitamento

Desde 2008 foram emitidos, ao abrigo do Programa Nacional de Promoção de Saúde Oral (PNPSO), 4,3 milhões de cheques-dentista, dos quais cerca de 1,14 milhões (27%) não chegaram a ser utilizados, avança hoje o Jornal de Notícias.

De acordo com esta publicação, os vales para consulta atribuídos às crianças e jovens são os mais frequentes, mas também os mais desperdiçados. Desde a entrada em vigor do programa até dezembro de 2016, os mais jovens receberam 3,2 milhões de cheques-dentista, mas destes mais de 950 mil ficaram por usar. A indisponibilidade dos pais apontada como uma das razões para o desaproveitamento destes vales cuja validade expira no fim de casa ano letivo.

Últimas notícias

Conteúdo Patrocinado

Mais popular