Para ganhar um novo hábito precisa de 66 dias e muito esforço

Quer iniciar uma dieta ou deixar de acordar tarde? Diz a ciência que, em média, irá precisar de mais de dois meses para se habituar, de muita disciplina e de uma agenda definida.

Quer começar a praticar exercício físico? Pretende iniciar uma dieta? Deseja acordar todos os dias mais cedo? Se já tentou, sabe que não será de um dia para o outro que qualquer uma destas ações vai começar a fazer parte da sua rotina. Em média, diz a ciência, o ser humano precisa de 66 dias para criar um novo hábito ou mudar hábitos antigos. Além do tempo de adaptação, necessita também de planeamento, reflexão, força de vontade e disciplina.

"Nesta sociedade impaciente, baseada na cultura do "quero tudo já e sem esforço", mudar de hábitos tornou-se um suplício. Não porque seja difícil, mas porque não abrimos espaço suficiente para que se torne um hábito", escreve a psicóloga da área da saúde Patricia Ramírez, num artigo publicado no El País. O cérebro é plástico, destaca, pelo que as pessoas evoluem e têm a capacidade de mudar. "Até há pouco tempo pensava-se que modificar e automatizar um hábito exigia 21 dias. Otimismo de mais!" De acordo com um estudo mais recente do University College de Londres, publicado no European Journal of Social Psychology, são necessários 66 dias.

Para Patricia, "o interessante é que somos capazes de aprender, treinar e modificar o que desejarmos". O tempo necessário poderá ser inferior ou superior, dependendo de "fatores como insistência, perseverança, habilidades, das variáveis psicológicas da personalidade e do interesse".

Leia mais na edição impressa ou no e-paper do DN

Últimas notícias

Conteúdo Patrocinado

Mais popular

  • no dn.pt
  • Portugal
Pub
Pub