Seguro admite Sócrates no inquérito parlamentar

António José Seguro admitiu hoje não se opor a que José Sócrates seja chamado à comissão parlamentar de inquérito ao BPN. Dizendo que o PS será "implacável" e que quer "toda a verdade, custe a quem custar", Seguro concluiu, quando questionado sobre a possibilidade o ex-PM ser chamado: "Ninguém pode ficar de fora dessa responsabilidade."

O secretário-geral do PS falava à entrada de um almoço em Lisboa promovido pelo International Club of Portugal. Comentou também os números da execução orçamental dizendo que provam haver "descontrole" do Governo no controlo das despesas (que aumentaram). "O Governo pede sacrifícios mas é incapaz de controlar a despesa na sua própria casa", afirmou.

Para Seguro, os números ontem divulgados (menos receita, mais despesa) provam que "o Governo

Últimas notícias

Mais popular