Presidente da AR envia condolências à família de Daniel Falcão

A presidente da Assembleia da República, Assunção Esteves, lamentou hoje a morte de Daniel Falcão, o oitavo bombeiro a morrer nos incêndios deste verão e prestou tributo ao "sacrifício destes heróis".

Numa mensagem de pesar endereçada aos bombeiros, família e amigos de Daniel Falcão, Assunção Esteves sublinha que este "verão de sofrimento enche de luto a sociedade portuguesa" e que a morte de mais um bombeiro pesa "insuportavelmente nesta contagem dolorosa de um verão de incêndios".

"Curvamo-nos perante o sacrifício destes heróis e o seu exemplo, curvamo-nos todos numa gratidão unânime e sem limites", conclui a presidente da Assembleia da República.

Daniel Falcão, 25 anos, da corporação de Miranda do Douro estava internado no Hospital da Prelada, no Porto, e morreu mais de um mês após o internamento.

O corpo chega hoje ao quartel dos bombeiros, onde será velado, e o funeral realiza-se no domingo pelas 09:00, segundo fonte da corporação, que desconhece ainda se a cerimónia fúnebre será em Miranda do Douro ou numa aldeia próxima onde residem os pais da vítima.

Daniel Falcão ficou gravemente ferido no incêndio de Miranda do Douro (distrito de Bragança) do dia 01 de agosto. Não resistiu às queimaduras de segundo e terceiro grau que lhe afetaram entre 70 por cento a 80 por cento da superfície corporal.

Acabou por morrer ao início da noite por falência multiorgânica, elevando para oito o número de bombeiros que morreram na sequência do combate aos incêndios florestais este ano.

Últimas notícias

Recomendadas

Contéudo Patrocinado

Mais popular