Cem pessoas à hora do início da 'manif' contra Relvas

Cerca de uma centena de pessoas estavam hoje concentradas em frente às escadarias da Assembleia da República pelas 19:00, hora marcada para o início de uma manifestação para exigir a demissão do ministro dos Assuntos Parlamentares, Miguel Relvas.

No final da rua de São Bento, várias pessoas exibem cartazes exigindo "retidão, respeito, dignidade, ética e valores".

Nos últimos minutos, juntaram-se mais algumas dezenas de pessoas à manifestação e outras descem a rua de São Bento em direção ao largo em frente ao Parlamento, onde há circulação automóvel condicionada e mais de uma dezena de polícias.

A manifestação a exigir a demissão do ministro dos Assuntos Parlamentares foi convocada através da rede social Facebook, na segunda-feira passada, proposta pelo realizador de cinema Miguel Gonçalves Mendes.

Confirmaram a sua presença via Facebook perto de quatro mil pessoas pessoas, tendo sido convidadas para o evento 49.871.

De acordo com os promotores, a ideia da manifestação não surgiu por causa da questão da licenciatura do ministro Relvas, sendo o objetivo combater o que dizem ser "um padrão de comportamento de mentiras e mudanças de versões de uma semana para a outra", quer no chamado caso das "secretas", quer nas alegadas pressões ao jornal Público.

Últimas notícias

Conteúdo Patrocinado

Mais popular