CDS elogia 'humildade' e 'espírito construtivo'

O CDS elogiou a "humildade e o espírito construtivo" do Governo depois do primeiro-ministro ter manifestado no Conselho de Estado abertura para encontrar alternativas à redução da taxa social única.

O comunicado do Conselho de Estado informa que o Executivo está disponível para estudar com os parceiros sociais propostas que compensem a medida de desvalorização fiscal.

No mesmo documento pode ler-se que os partidos do Governo ultrapassaram as dificuldades internas da coligação, que tinham sido criadas com as divergências públicas em torno dessa mesma medida.

A reunião do órgão de consulta do Presidente da República prolongou-se quase até de madrugada e foi vigiada por milhares de pessoas que se manifestavam contra as medidas de austeridade.

Em reação ao texto do comunicado, o líder parlamentar centrista, Nuno Magalhães, afirmou ao DN que o Conselho de Estado deu "um contributo importante para a reconciliação necessária dos portugueses com as instituições".

Além da abertura demonstrada pelo Governo sobre a TSU, Magalhães sublinhou outros dois pontos.

"O Conselho de Estado salientou que para ultrapassar as dificuldades é preciso valorizar a concertação social, a paz social e o consenso social", disse.

"Por fim, o Conselho de Estado reconheceu que as sucessivas avaliações positivas por parte do triunvirato significam um caminho de recuperação da credibilidade que dá sentido útil aos sacrifícios dos portugueses que naturalmente devem ser feitos com equidade e justiça".

Últimas notícias

Conteúdo Patrocinado

Mais popular