Camionistas reúnem-se esta manhã com o Governo

A Associação Nacional das Transportadoras Portuguesas (ANTP) foi recebida hoje, às 11:00, na Secretaria de Estado dos Transportes, disse à Lusa o presidente.

Artur Mota disse que a ANTP foi convocada para esta reunião, salientando, contudo, que este tipo de reuniões com o Governo são frequentes.

"É normal reunirmo-nos com o Governo. Estamos sempre a falar", afirmou, sem adiantar o tema da reunião de hoje.

O Diário Económico notícia hoje que o Governo está a "tentar evitar nova paralisação das transportadoras", adiantando que foi convocada para hoje uma reunião com o Governo.

Na quinta-feira, o presidente da ANTP disse à Lusa que o acordo assinado com o Governo há cerca de um ano, depois de dois dias de bloqueio, não está a ser cumprido, o que está a gerar "um grande desagrado" entre os transportadores.

Artur Mota disse ainda que existe "um movimento silencioso de transportadores", receando que existam "alguma coisa à margem das associações [do setor] que não possa ser controlada".

Artur Mota afirmou ainda que, atualmente, existem mais razões para os transportadores protestarem, uma vez que, no último ano, "mais de mil empresas fecharam as portas" e "os combustíveis aumentaram cerca de 10 por cento".

"Se há um ano fazia sentido aquela paralisação, agora faz ainda mais", declarou o presidente da ANTP, criada depois do bloqueio dos transportadores ocorrido no verão de 2008.

Há um ano, três associações que representam os transportadores rodoviários de mercadorias - Associações de Transportadores de Terras, Inertes, Madeiras e Afins (ATTIMA), Nacional de Transportes Rodoviários de Mercadorias (ANTRAM) e Nacional de Transportadoras Portuguesas (ANTP) - chegaram a um acordo com o governo quanto a um conjunto de medidas de apoio ao setor.

Últimas notícias

Mais popular