Berta Cabral: PS tenta ganhar votos à custa da crise

A candidata do PSD à presidência do Governo dos Açores, Berta Cabral, acusou esta noite o PS de se "limitar a tentar ganhar votos à custa da chamada crise nacional", considerando que está em causa está o arquipélago.

"Nesta campanha, o PS e o seu candidato limitam-se a tentar ganhar votos à custa do problema das pessoas, à custa da chamada crise nacional", afirmou Berta Cabral, num jantar comício em Angra do Heroísmo, na ilha Terceira, para apresentação dos candidatos social-democratas por este círculo eleitoral.

Para Berta Cabral, que é também líder do PSD/Açores, "o PS é um partido reação, da conjuntura, que olha para a crise e vê a salvação", contrapondo que "o PSD é um partido de ação, de visão do presente e do futuro, que procura a solução".

A candidata criticou o PS por ser "um partido que faz dos problemas o seu argumento", acrescentando que "estas eleições não são para encontrar soluções para a crise, são para encontrar a melhor solução para os Açores e para os açorianos".

Berta Cabral defendeu que os Açores têm futuro, frisando que o "PSD está cá para isso".

"Só há uma solução, é votar para mudar", afirmou, considerando que, caso contrário, "fica tudo como dantes".

Nesta iniciativa da campanha eleitoral social-democrata participou o ex-presidente do PSD, Luís Marques Mendes, que afirmou sentir "a obrigação" de se deslocar aos Açores por "acreditar profundamente nas qualidades humanas, técnicas e políticas" de Berta Cabral.

"Esqueçam os partidos. Esta eleição não é tanto partidária, é sobretudo pessoal. O que está em causa nesta eleição já não é Carlos César, que saiu. A partir de 14 de outubro, ou é presidente do governo Berta Cabral ou o candidato Vasco Cordeiro (PS)", afirmou.

Luís Marques Mendes salientou que o prestígio de Berta Cabral ultrapassa os Açores e o PSD, salientando que "não são as ideologias que governam, mas sim as qualidades das pessoas".

"Se uma pessoa meter a mão na consciência, partidos à parte, quem é que é mais capaz, mais competente, mais experiente, que dá maiores garantias de defender os Açores e os açorianos se não Berta Cabral? Na minha opinião, não oferece dúvida", afirmou.

Últimas notícias

Recomendadas

Contéudo Patrocinado

Mais popular