Publicidade
Diário de Notícias Diário de Notícias


Presidente de visita ao Peru

Cavaco dividiu protagonismo com Maduro em Lima

por Filomena Martins, em Lima  

Cavaco Silva com o seu homólogo do Peru, Ollanta Humalla. Depois de receber o Presidente de Portugal, o chefe do Estado peruano recebeu o recém-eleito Presidente da Venezuela, Nicolás Maduro. Este tomará posse hoje, no meio de protestos por parte da oposição liderada por Henrique Capriles
Cavaco Silva com o seu homólogo do Peru, Ollanta Humalla. Depois de receber o Presidente de Portugal, o chefe do Estado peruano recebeu o recém-eleito Presidente da Venezuela, Nicolás Maduro. Este tomará posse hoje, no meio de protestos por parte da oposição liderada por Henrique Capriles Fotografia © Reuters

O Presidente português e o novo Presidente venezuelano estiveram no Palácio do Governo do Peru separados por poucas horas. Nas ruas, os protestos contra Maduro cruzaram-se com a comitiva portuguesa.

A comitiva de Cavaco Silva, que está desde quinta-feira à tarde em visita ao Peru, encontrou a capital do país, Lima, em estado de alerta máximo devido às várias manifestações pró e contra o novo Presidente da Venezuela, Nicólas Maduro.

O Presidente português foi recebido pelo seu homólogo peruano, Ollanta Humala, imediatamente antes deste ter sido o anfitrião de uma importante reunião da Unasur (União de Nações sul americanas), para apoiar e aceitar a eleição de Maduro por escassa vantagem (1,8%) sobre Caprilles e dar o seu voto de confiança ao sucessor de Hugo Chávez.

Cavaco foi recebido no Palácio do Governo do Peru com honras nunca antes concedidas a um chefe do Estado - uma guarda a cavalo semelhante à oferecida por Portugal a Ollanta Humala visitou o nosso país em novembro do ano passado e que este quis retribuir -, estabeleceu três acordos de cooperação entre os dois estados (nas áreas da saúde, educação e saúde) e jantou como presidente peruano, ao mesmo tempo que ao local começavam a chegar os vários líderes da América do Sul.

Quando o Presidente da República e a restante comitiva, incluindo os deputados que o acompanham e que foram recebidos no Parlamento peruano, encontraram nas praças e ruas circundantes vários protestos, 'cacerolazos', em que os manifestantes batem tachos e panelas ao mesmo tempo que gritam as suas palavras de ordem.

Mal deixou Cavaco, Humala foi receber o próprio Nicolás Maduro, que acaba de aterrar em Lima e se deslocou para o Palácio do Governo a conduzir o carro que lhe estava destinado. Na capital peruana estavam também já Dilma Roussef (Brasil), Cristina Kirchner (Argentina), José Mugica (Uruguai), Evo Morales (Bolívia) e Juan Manuel dos Santos (Colômbia).


Ler Artigo Completo(Pág.1/2) Página seguinte
Patrocínio
 
2772Visualizações
7Impressões
29Comentários
0Envios
Ferramentas

Enviar por EmailEnviar por EmailPartilharPartilhar
ImprimirImprimir
Aumentar TextoAumentar TextoDiminuir TextoDiminuir Texto

FERRAMENTAS
 
  • Enviar por EmailEnviar
  • PartilharPartilhar
  • ImprimirImprimir
  • Comentar este ArtigoComentar este Artigo
  • Aumentar TextoAumentar Texto
  • Diminuir TextoDiminuir Texto
 
PARTILHAR NOTíCIA
 
RELACIONADO
 
Comentar

Se tem conta, faça Login

Email

Password




PUB

Especiais

Recuar
Avançar
Coleção DN 150 anos - DN Destaque
BT Edições Multimédia
Epaper



PUBLICIDADE

sondagem

Inquérito DN

Como classifica a entrevista do primeiro-ministro, Pedro Passos Coelho, ontem à RTP?

Muito boa
Boa
Medíocre

Votar  Ver Resultados



DN

Epaper

Epaper