Publicidade
Diário de Notícias Diário de Notícias


Submarinos

MP diz não existirem "indícios" contra Portas

por Carlos Rodrigues Lima  

MP diz não existirem "indícios" contra Portas
Fotografia © Global Imagens

Diretora do DCIAP assegurou ao ministro que investigação corre "contra desconhecidos". Cartas Rogatórias, porém, citam abundantemente nome do ministro de Estado e dos Negócio Estrangeiros

A diretora do Departamento Centra de Investigação e Acção Penal (DCIAP), Cândida Almeida, assegurou, ontem, ao líder do CDS/PP e ministro dos Negócios Estrangeiros que não foram "recolhidos indícios da prática de ilícito de natureza criminal" por parte de Paulo Portas "no processo dos submarinos", segundo adiantou a Agência Lusa.

"Em resposta à solicitação, o DCIAP informa que o chamado "processo dos submarinos" tem a sua investigação aberta contra desconhecidos, não tendo sido recolhidos indícios da prática de ilícito de natureza criminal por parte de V. Exa (Paulo Portas)", escreveu Cândida Almeida diretora do Departamento Central de Investigação e Ação Penal num documento enviado. ontem, ao ministro dos Negócios Estrangeiros, que, ao abrigo de um artigo do Código do Processo Penal, tinha solicitado esclarecimentos ao DCIAP sobre a sua condição no processo.

Formalmente, a resposta de Cândida Almeida a Paulo Portas está correcta. Por agora, o inquérito relativo às suspeitas de corrupção em relação aos submarinos corre contra desconhecidos.

Porém, tal como o DN tem vindo a revelar, o nome de Paulo Portas tem sido citado em Cartas Rogatórias (ver excertos) enviadas pelo Ministério Público para a Alemanha, Suíça e Inglaterra e a leitura de todos os documentos enviados para o estrangeiro pelo Ministério Público permite, sem margem para dúvida, concluir que existem suspeitas contra Paulo Portas. Fonte judicial, aliás, referiu ao DN que as suspeitas existentes passarem a "suspeitas fundadas", aí o Ministério Público, como manda a lei, teria que ouvir Paulo Portas na qualidade de arguido.

Fontes próximas do líder do CDS adiantaram à Agência Lusa que esta é a "terceira vez, nos últimos sete anos, que o líder do PP solicita esclarecimentos ao Ministério Público e é a terceira vez que a resposta é a mesma".


Ler Artigo Completo(Pág.1/3) Página seguinte
Patrocínio
 
4493Visualizações
7Impressões
69Comentários
1Envio
Ferramentas

Enviar por EmailEnviar por EmailPartilharPartilhar
ImprimirImprimir
Aumentar TextoAumentar TextoDiminuir TextoDiminuir Texto

FERRAMENTAS
 
  • Enviar por EmailEnviar
  • PartilharPartilhar
  • ImprimirImprimir
  • Comentar este ArtigoComentar este Artigo
  • Aumentar TextoAumentar Texto
  • Diminuir TextoDiminuir Texto
 
PARTILHAR NOTíCIA
 
RELACIONADO
 
Comentar

Caracteres disponíveis: 750

Receber alerta de resposta Aparecer como Anónimo
Lembrar dados pessoais
  • Comentar

Nota: Os comentários deste site são publicados sem edição prévia e são da exclusiva responsabilidade dos seus autores. Consulte a Conduta do Utilizador, prevista nos Termos de Uso e Política de Privacidade. O DN reserva-se ao direito de apagar os comentários que não cumpram estas regras. Receber alerta de resposta - será enviado um alerta para o seu e-mail sempre que houver uma resposta ao seu comentário. Aparecer como anónimo - os dados (nome e-mail) são ocultados. Os comentários podem demorar alguns segundos para ficarem disponíveis no site.

Se tem conta, faça Login

Email

Password

Legenda

Utilizador RegistadoUtilizador Registado    Utilizador Não RegistadoUtilizador Não Registado





PUB

Especiais

Recuar
Avançar
EntrepostoCRP SemanaCliente - DN 300x100
BT Edições Multimédia
Epaper
Ocasião/Zaask - Destaque 300x100 DN



PUBLICIDADE

sondagem

Inquérito DN

O PS devia dizer já como reestruturar a dívida?

Sim
Não
Votar  Ver Resultados



DN

Epaper

Epaper