Publicidade
Diário de Notícias Diário de Notícias


Assembleia da República

"Os Verdes" questionam Governo sobre incêndio no Algarve

por Lusa, publicado por Francisco Mangas  

O Partido Ecologista "Os Verdes" (PEV) quer saber se o Governo já sabe que falhas de coordenação houve no incêndio que devastou o Algarve no mês passado e que mecanismos financeiros vão ser disponibilizados para fazer frente aos prejuízos.

Numa pergunta entregue na Assembleia da República e dirigida ao ministério da Administração Interna (MAI), que tutela a Proteção Civil, o grupo parlamentar do PEV refere que os incêndios florestais que deflagraram a 18 de julho nos concelhos de Tavira e São Brás de Alportel "constituíram um absoluto drama, que ameaçou vidas humanas e destruiu um património vastíssimo, em mais de 26 mil hectares ardidos".

O partido ecologista aponta a falta de prevenção como "uma falha recorrente" que torna "incompreensível e intolerável a suavidade com que os sucessivos Governos encaram aquela que deveria ser uma prioridade de intervenção" e questiona o executivo sobre a coordenação do dispositivo de combate colocado no terreno, que foi "o maior alguma vez disponibilizado".

O PEV sublinha que "as populações se queixaram imenso da falta de presença desse dispositivo de combate, encontrando-se muitas vezes sozinhas" a combater as chamas, e a eficácia da intervenção dos meios aéreos foi "desarmada" porque "não se encontravam, em locais cruciais, bombeiros no terreno para concluir o trabalho de estagnação" do incêndio.

"Vimos relatado na imprensa que um número muito considerável de bombeiros se manteve parado durante muito tempo, na medida em que, vindos de fora e sem conhecer a área, aguardavam ordens para poderem intervir. Ora, estes relatos e estas angústias, retratadas por quem viveu este drama, são absolutamente assustadoras e revelam descoordenações que se tornam incompreensíveis face à gravidade da situação", acrescentou o PEV.

O partido, que integra a coligação CDU com o PCP, recorda que "já foram prestadas declarações, pela própria proteção civil, a reconhecer que no Algarve houve claramente falhas no combate aos incêndios" e, por isso, questiona o MAI sobre se "houve ou não falhas no combate a estes incêndios".


Ler Artigo Completo(Pág.1/2) Página seguinte
Patrocínio
 
827Visualizações
1 Impressão
3Comentários
0Envios
Ferramentas

Enviar por EmailEnviar por EmailPartilharPartilhar
ImprimirImprimir
Aumentar TextoAumentar TextoDiminuir TextoDiminuir Texto

FERRAMENTAS
 
  • Enviar por EmailEnviar
  • PartilharPartilhar
  • ImprimirImprimir
  • Comentar este ArtigoComentar este Artigo
  • Aumentar TextoAumentar Texto
  • Diminuir TextoDiminuir Texto
 
PARTILHAR NOTíCIA
 
Comentar

Caracteres disponíveis: 750

Receber alerta de resposta Aparecer como Anónimo
Lembrar dados pessoais
  • Comentar

Nota: Os comentários deste site são publicados sem edição prévia e são da exclusiva responsabilidade dos seus autores. Consulte a Conduta do Utilizador, prevista nos Termos de Uso e Política de Privacidade. O DN reserva-se ao direito de apagar os comentários que não cumpram estas regras. Receber alerta de resposta - será enviado um alerta para o seu e-mail sempre que houver uma resposta ao seu comentário. Aparecer como anónimo - os dados (nome e-mail) são ocultados. Os comentários podem demorar alguns segundos para ficarem disponíveis no site.

Se tem conta, faça Login

Email

Password

Legenda

Utilizador RegistadoUtilizador Registado    Utilizador Não RegistadoUtilizador Não Registado





PUB

Especiais

Recuar
Avançar
BT Edições Multimédia
Epaper
Ocasião/Zaask - Destaque 300x100 DN



PUBLICIDADE

sondagem

Inquérito DN

O PS devia dizer já como reestruturar a dívida?

Sim
Não
Votar  Ver Resultados



DN

Epaper

Epaper