"Sou gorda e tenho uma carteira gorda". Modelo 'plus size' boicota Uber

Tess Holliday diz ter sido questionada sobre o peso numa viagem por um motorista da Uber

A modelo britânica Tess Holliday anunciou que vai deixar de usar os serviços da Uber depois de um motorista da empresa ter questionado se ela era saudável e ter feito comentários desagradáveis sobre o seu peso. "Eu sou gorda e também tenho uma carteira gorda e já não vou usar os vossos serviços. Nunca mais", escreveu a modelo no Instagram.

Tess Holliday publicou um vídeo na rede social em que mostra o condutor da Uber a perguntar-lhe sobre o colesterol e escreveu na legenda que o homem fez outras perguntas do mesmo género. "O meu condutor que é gordo a perguntar se eu sou saudável", escreveu a modelo no vídeo.

"Hey Uber, eu não pago mais para usar os vossos serviços e ouvir que é impossível eu ser saudável porque sou gorda e depois ser questionada", disse a modelo na publicação. "Ninguém deveria ter de tolerar isto em nenhum nível dos serviços que oferecem".

A modelo acrescentou depois à legenda do vídeo que referiu que o condutor era gordo para o descrever "e não para o insultar" e filmou a cena para mostrar o tipo de comentários com que tem de lidar diariamente, mas tentou proteger a identidade do homem.

Tess Holliday tem 31 anos e veste o tamanho 54. A modelo tem sido uma voz contra a humilhação de pessoas gordas e contra os padrões de beleza atuais.

Em 2015, Tess criou a hashtag Eff Your Beauty Standards (Lixem-se os teus padrões de beleza, em português) e em março deste ano a modelo posou nua e sem maquilhagem para quebrar preconceitos.

Percorra a galeria de imagens acima clicando sobre as setas.

Relacionadas

Últimas notícias

Conteúdo Patrocinado

Mais popular