Ronnie Wood removeu parte do pulmão devido a cancro

O músico dos Rolling Stones revelou que foi diagnosticado há três meses. "Alguém lá em cima deve gostar de mim", comentou

Ronnie Wood removeu parte de um pulmão após ser diagnosticado com cancro, há três meses, durante uma consulta de rotina. O guitarrista dos Rolling Stones, 70 anos, admitiu que, com os excessos que cometeu durante toda a vida é "um sortudo" e garantiu que, mesmo que o cancro se tivesse espalhado nunca se submeteria a quimioterapia por causa do cabelo.

O músico revelou hoje numa entrevista à revista Event do Mail on Sunday que chegou a recear que estava na hora de se despedir da família. O diagnóstico de cancro aconteceu durante uma consulta de rotina há três meses, depois de o médico ter sugerido fazer uns exames mais exaustivos, nomeadamente ao coração, pulmões e sangue.

Os exames revelaram a existência de um tumor no pulmão esquerdo. "Para ser honesto, não fiquei completamente surpreendido. Sabia que não fazia um raio-x ao peito desde que estive na [clínica de reabilitação de] Cottonwood, em 2002", comentou.

O músico decidiu imediatamente fazer a cirurgia, mas antes teve de fazer testes médicos para perceber se o cancro teria alastrado a outras partes do corpo. "Estava preparado para más notícias, mas também tinha esperança de que estaria tudo bem", afirmou, admitindo que essa semana de expetativa foi difícil de superar.

Uma decisão estava tomada. Fosse qual fosse o resultado não faria quimioterapia. "Não iria usar essa baioneta no meu corpo. É mais: não iria perder o cabelo. Este cabelo não iria a lugar nenhum", confessou o guitarrista.

Ronnie Wood admitiu que é um sortudo tendo em conta os excessos que cometeu durante a vida. "Alguém lá em cima deve gostar de mim".

Últimas notícias

Conteúdo Patrocinado

Mais popular

  • no dn.pt
  • Pessoas
Pub
Pub