Céline Dion está de luto. O marido não resistiu ao cancro

Céline Dion com o marido numa foto de 2008

René Angélil sucumbiu "após uma longa e corajosa luta" contra a doença

O marido da cantora canadiana Céline Dion morreu na manhã desta quinta-feira, vítima de um cancro na garganta. René Angélil, de 73 anos, foi o homem que catapultou a intérprete do tema do filme Titanic para a fama, assumindo-se como seu manager e tomando as rédeas da sua carreira.

"Angélil, de 73 anos, morreu devido a um cancro na garganta, na sua residência, em Henderson [Las Vegas], estando sob os cuidados de um médico", lia-se num comunicado do departamento de Medicina Legal do Condado de Clark citado pela revista People. A sua morte foi, assim, considerada como motivada por causas naturais não havendo razões para proceder a qualquer investigação, salientou este departamento.

A anúncio da morte de Angélil foi ontem divulgado também por comunicado pela agência de relações públicas que o representava, fazendo referência à sua "longa e corajosa luta contra o cancro" e avançando que "a família pede que a sua privacidade seja respeitada, neste momento".

Esta era já a terceira vez que René Angélil era acometido por cancro. Em agosto passado, Céline Dion disse no programa da TV americana USA Today: "Já perguntámos [aos médicos] muitas vezes quanto tempo lhe resta. Três semanas, três meses? O René quer saber. Mas eles dizem que não sabem". Afinal Angélil resistiu mais cinco meses e terá morrido como queria: nos braços de sua mulher, Céline, que lhe prometeu que assim seria, como a própria divulgou nesse mesmo programa.

De origem síria e filho de mãe libanesa, Angélil teve uma curta carreira como cantor pop na década de 1960, pertencendo à banda The Baronets que formou com os seus amigos de infância Pierre Labelle e Jean Beaulne. Pouco depois, juntamente com Guy Coultier, Angélil dedicava-se à gestão de carreiras de outros artistas, atividade que não mais abandonou.

Em 1981, Angélil ouviu uma demo de Céline Dion e ficou rendido à sua poderosa voz, não descansando enquanto não conseguiu tornar-se seu manager. Os 26 anos de diferença entre os dois não impediram o seu casamento, em 1994. René e Céline tiveram três filhos, René-Charles, de 15 anos, e os gémeos Nelson e Eddy, de 5. Angélil tem também três filhos, já adultos, do primeiro casamento, Anne-Marie, Patrick e Jean-Pierre.

Últimas notícias

Mais popular