5 recomendações para uma alimentação mais saudável e sustentável

Ao consultarmos o dicionário da língua portuguesa verificamos que o termo "sustentabilidade" significa característica ou qualidade do que é sustentável, sendo "sustentável" o que se pode sustentar, defender ou seguir ou realizado de forma a não esgotar os recursos naturais nem causar danos ambientais. Pois se juntarmos este conceito à alimentação, surge o desafio de pensar a alimentação de forma sustentável, ou seja, que permita responder às necessidades do presente, sem que isso comprometa o que estiver disponível para as gerações futuras.

Em 2016, a Organização das Nações Unidas para a Agricultura e Alimentação (FAO) apresentou cinco eixos a trabalhar no âmbito da sustentabilidade alimentar e agricultura: 1.º Melhorar a eficiência na utilização dos recursos; 2.º Ter uma ação direta para conservar, proteger e melhorar os recursos naturais; 3.º Proteger os meios rurais de subsistência e melhorar a equidade e o bem-estar social; 4.º Melhorar a resiliência das pessoas, comunidades e ecossistemas, especialmente as alterações climáticas e a volatilidade dos mercados; e 5.º Promover a boa governação para uma melhor sustentabilidade dos sistemas naturais e humanos.

Com inspiração nestes eixos a Associação Portuguesa dos Nutricionistas sugere 5 medidas para uma alimentação mais saudável e sustentável dos portugueses:

1º Sempre que possível compre a produtores locais

2º Prefira alimentos frescos, locais e da época

3º Tenha uma Alimentação Mediterrânica

4º Repense, Reduza, Reutilize e Recicle

5º Ajude a promover a Alimentação Saudável - Envolva-se

O Nutricionista, bem como os restantes profissionais da área da alimentação e da nutrição, assumem um papel preponderante na reflexão, discussão e decisão no que respeita a estes assuntos, com impacto direto na sustentabilidade alimentar.

Neste contexto, a Associação Portuguesa dos Nutricionistas prevê lançar em maio um programa de sensibilização e informação sobre sustentabilidade alimentar, de forma a consciencializar profissionais de saúde e população em geral para a importância de se colocar este conceito na ordem do dia das suas escolhas.

Em breve mais informações no site da APN

Presidente da Direção da Associação Portuguesa dos Nutricionistas

Dos convidados

Mais em Opinião

Conteúdo Patrocinado

Mais popular

  • no dn.pt
  • Opinião
Pub
Pub