Vítimas do atentado terrorista são todas muçulmanas

Todas as vítimas do atropelamento desta madrugada junto a uma mesquita em Londres, em que uma carrinha atropelou vários peões fazendo um morto e dez feridos, "são muçulmanos", indicou um responsável da unidade de contraterrorismo da polícia britânica.

"Todas as vítimas fazem parte da comunidade muçulmana", disse Neil Basu, subcomandante da Scotland Yard, numa conferência de imprensa na capital britânica, esclarecendo que a polícia considera ter-se tratado de um atentado terrorista, atendendo ao método utilizado, e precisando que não foi ainda determinado se a morte de um homem no local está ou não ligada ao ataque.

O mesmo responsável revelou que, de momento, a polícia acredita que o ataque junto à mesquita de Finsbury Park, no norte de Londres, foi levado a cabo por apenas um homem, que conduziu uma carrinha contra um grupo de fiéis que abandonavam o local de culto, depois de finalizarem as suas orações.

Oito dos feridos deram entrada em três hospitais da capital britânica e dois dos quais encontram-se em "estado crítico". Outros dois feridos foram tratados no local do ataque, sem necessidade de hospitalização.

"Este foi um ataque contra Londres e contra todos os londrinos e devemos permanecer unidos contra todos estes extremistas", afirmou Basu, citado pela agência espanhola Efe.

A polícia britânica não descarta, por agora, nenhuma hipótese e mantém "o espírito aberto" em relação ao motivo "por detrás da agressão", acrescentou o agente da Polícia Metropolitana de Londres (Met).

Um homem de 48 anos, o alegado agressor, foi detido pela multidão depois do ataque, continua sob custódia da polícia e "não foram identificados outros suspeitos", disse Basu.

O detido foi levado a um hospital como medida de precaução, e, assim que recebeu alta, foi levado pela polícia para ser interrogado.

O incidente ocorreu pelas 00:20 locais, a mesma hora em Portugal, no final das orações da meia-noite do mês sagrado do Ramadão.

A primeira-ministra britânica, Theresa May, presidirá hoje a uma reunião da chamada Comissão de Emergência Cobra, formada pelos principais ministros e representantes das forças de segurança britânicas, para abordar o ataque junto à mesquita.

Percorra a galeria de imagens acima clicando sobre as setas.

Relacionadas

Últimas notícias

Conteúdo Patrocinado

Mais popular

Pub
Pub