Primeiro-ministro italiano operado no regresso de Paris

A cirurgia decorreu bem e Gentiloni encontra-se bem e consciente

O primeiro-ministro italiano, Paolo Gentiloni, foi submetido a uma angioplastia, depois de regressar de uma visita oficial a Paris, noticiaram hoje os meios de comunicação italianos.

O chefe do governo italiano sentiu-se mal no regresso de Paris e deslocou-se ao hospital, onde os médicos consideraram necessária a realização de uma angioplastia, disse a cadeia RaiNews.

A cirurgia decorreu bem e Gentiloni encontra-se bem e consciente, indicaram vários 'media', que citaram fontes governamentais para acrescentar que o primeiro-ministro vai continuar no hospital.

A angioplastia é uma intervenção cirúrgica para modificar um vaso sanguíneo, normalmente uma artéria.

O primeiro-ministro italiano reuniu-se na terça-feira, em Paris, com o Presidente francês, François Hollande.

Durante o encontro, Gentiloni e Hollande falaram das próximas celebrações dos 60 anos do tratado fundador da UE, em Roma, previstas na próxima primavera.

Gentiloni, de 62 anos, assumiu o cargo de primeiro-ministro no mês passado, na sequência da demissão do anterior executivo de Matteo Renzi, no qual desempenhava as funções de ministro dos Negócios Estrangeiros.

Últimas notícias

Conteúdo Patrocinado

Mais popular

  • no dn.pt
  • Mundo
Pub
Pub