Homem condenado à morte pelo assassinato de três crianças

Arguido espancou até à morte um bebé de oito meses e duas crianças, com três e dois anos, no que terá sido um ritual de exorcismo

Um tribunal na Birmânia condenou hoje à pena de morte um homem que assassinou três crianças durante um ritual de exorcismo que ocorreu em outubro do ano passado, noticiam os média locais.

O arguido foi preso depois de ter espancado até à morte duas crianças, com idades de três e dois anos, e um bebé de oito meses, na região de Rangum, ato que confessou justificando que pretendia "remover os espíritos malignos dos seus corpos".

A pena de morte vigora no Código Penal da Birmânia, mas não era aplicada há décadas, sendo o ultimo registo conhecido de 1988.

Embora a maioria da população deste país professe a religião budista, é cada vez mais comum a crença nos espíritos malignos e na ciência oculta, depois de décadas de repressão por parte da junta militar.

Últimas notícias

Conteúdo Patrocinado

Mais popular

  • no dn.pt
  • Mundo
Pub
Pub