Publicidade
Diário de Notícias Diário de Notícias


Ikea garante

Tartes com matéria fecal não chegaram a Portugal

por Helder Robalo  

Tartes com matéria fecal não chegaram a Portugal
Fotografia © Global Imagens / Gonçalo Villaverde

O Grupo Ikea retirou dos restaurantes de 23 países dois lotes de tarte de chocolate, amêndoa e caramelo onde foram encontrados vestígios de bactérias coliformes. A Ikea Portugal garante que nenhuma embalagem destes dois lotes chegou ao nosso País.

Os dois lotes em causa foram inicialmente detetados na China em finais do ano passado, avança na sua edição de hoje o jornal El País.

Ao DN fonte do grupo sueco em Portugal assegura que "o eventual consumo deste produto não apresenta qualquer risco para a saúde humana". Contudo, e por os dois lotes não estarem de acordo com os restritos padrões de qualidade da Ikea, foi determinada a suspensão da venda.

Segundo o El País, os lotes são provenientes de um importador sueco, a Almondy, com quem a empresa está já a trabalhar para apurar o sucedido.

Recorde-se que a semana passada a multinacional sueca foi forçada a retirar do mercado lotes de almôndegas onde foram detetados vestígios de ADN de cavalo.


Patrocínio
 
5173Visualizações
5Impressões
63Comentários
9Envios
Ferramentas

Enviar por EmailEnviar por EmailPartilharPartilhar
ImprimirImprimir
Aumentar TextoAumentar TextoDiminuir TextoDiminuir Texto

FERRAMENTAS
 
  • Enviar por EmailEnviar
  • PartilharPartilhar
  • ImprimirImprimir
  • Comentar este ArtigoComentar este Artigo
  • Aumentar TextoAumentar Texto
  • Diminuir TextoDiminuir Texto
 
PARTILHAR NOTíCIA
 
RELACIONADO
 



PUB

NOTÍCIAS Mais VISTAS
btn Banco Popular - DN Destaque

Especiais

Recuar
Avançar
PEPE Jornadas Empreendedorismo Turismo - DN Destaque
Continente UVA D'OURO 2015 DN 300x100
Btn EdMultimedia - Geral
Epaper



PUBLICIDADE

sondagem

Inquérito DN

PSD deve apoiar candidatura de Rui Rio se este avançar para Belém?

PSD deve apoiar candidatura de Rui Rio se este avançar para Belém?
Sim, é o seu melhor candidato
Sim, mas só se Marcelo Rebelo de Sousa não avançar
Sim, mas só se Santana Lopes não avançar
Não
Votar  Ver Resultados



DN

Epaper

Epaper