Publicidade
Diário de Notícias Diário de Notícias


No verão não quero deixar de...

Pegar na pagaia e... surfar

por Elisabete Silva  

Pegar na pagaia e... surfar

Para quem gosta de sensações novas (porque não dizer mesmo um pouco mais radicais) e não consegue conceber passar um verão sem estar junto ao mar, rio ou um lago, então uma pagaia e uma prancha podem ser garantias de um divertimento diferente.

Para quem gosta de sensações novas (porque não dizer mesmo um pouco mais radicais) e não consegue conceber passar um verão sem estar junto ao mar, rio ou um lago, então uma pagaia e uma prancha podem ser garantias de um divertimento diferente. O stand up paddle (mais conhecido por paddle surf) é uma modalidade em evolução em Portugal, principalmente nos últimos quatro a cinco anos. Claro que é melhor ficar preparado para trabalhar (e bem) os músculos, mas se há algo que este desporto parece garantir são momentos muito bem passados, numa simbiose perfeita com o mar (ou o rio, ou o lago).

Simplificando a explicação do que é o paddle surf, consiste em estar de pé numa prancha de surf - mais parecida à de longboard, mas com características próprias -, ter uma pagaia e assim deslocar-se no ambiente aquático que escolher. Existem três tipos de stand up paddle (SUP): um mais dedicado a simples passeios; o SUP Race, ou seja, fazer corridas; ou então o SUP Surf, que se pratica nas ondas do mar ou em descidas de rios.

E para quem ficou assustado com a parte do texto em que se afirma "que é melhor ficar preparado para trabalhar (e bem) os músculos", diz quem sabe - neste caso, Manuel Román, praticante e professor desta modalidade - que o paddle surf é para todos. A única parte deste desporto que pode não ser tão universal é o preço, isto caso se pense ser um praticante assíduo. Um kit de iniciação (prancha, pagaia, leash e fato) com material com uma qualidade aceitável ronda os 1200 euros, com a prancha a ser o mais dispendioso (cerca de 800 euros). Mas vamos evitar ficar, mais uma vez, "assustados", porque no paddle surf o que pode ser mais assustador é ter de carregar uma prancha de 12 ou 14 quilos até à água. Porém, até este pormenor é resolvido com facilidade com uma ajuda de quem já tenha alguma experiência e que ensine alguns truques.

E depois de conversar com Manuel Román será difícil resistir a não experimentar o paddle surf. O professor tem 51 anos e já praticou todo o tipo de desporto aquático, com destaque para o surf e o longboard. E explica ao DN que quando há cerca de quatro anos começou a praticar paddle surf redescobriu a sensação que o levou a surfar: "Liberdade, bem-estar, ser eu, a prancha e o mar... a simbiose perfeita!" Natural de Porto Rico, há 20 anos que está em Portugal e quer partilhar com outras pessoas a experiência do SUP. Para isso, criou uma escola, a GUSU (Get Up Stand Up), na Parede, Cascais. Praia, aliás, que quer tornar uma referência deste desporto, por considerar que tem as condições perfeitas.

"A primeira vez que fiz, remei horas e horas até apanhar a primeira onda", recorda. Agora é fácil encontrá-lo no mar da linha de Cascais com a sua prancha e pagaia. Logo a começar a conversa, Manuel Román dispara: "O pa-ddle surf é para todos." E se pode cansar os músculos, não significa que seja preciso ser atleta. "Tenho alunos dos quatro aos 76 anos, com 40 quilos ou 140 e até alunos com dificuldades motoras", re-fere.


Ler Artigo Completo(Pág.1/2) Página seguinte
Patrocínio
 
4152Visualizações
2Impressões
1 Comentário
0Envios
Ferramentas

Enviar por EmailEnviar por EmailPartilharPartilhar
ImprimirImprimir
Aumentar TextoAumentar TextoDiminuir TextoDiminuir Texto

FERRAMENTAS
 
  • Enviar por EmailEnviar
  • PartilharPartilhar
  • ImprimirImprimir
  • Comentar este ArtigoComentar este Artigo
  • Aumentar TextoAumentar Texto
  • Diminuir TextoDiminuir Texto
 
PARTILHAR NOTíCIA
 
TAGS
 
Comentar

Se tem conta, faça Login

Email

Password




PUB
PEPE Jornadas Empreendedorismo Turismo - DN Destaque

Especiais

Recuar
Avançar
TSF Superbrand - DN destaque
BT Edições Multimédia
Epaper



PUBLICIDADE

sondagem

Inquérito DN

Concorda com a prova de avaliação aos professores?

Sim
Não
Votar  Ver Resultados



DN

Epaper

Epaper