Publicidade
Diário de Notícias Diário de Notícias


O meu filme de verão

"'Cinema Paraíso' é um filme muito atual"

por Carla Bernardino  

"'Cinema Paraíso' é um filme muito atual"
Fotografia © DR

Adriano Luz, ator na novela 'Remédio Santo' da TVI, viu o filme italiano quando este se estreou nas salas de cinema em Portugal. Hoje, continua a não perder uma oportunidade de o rever porque o considera "emocionante"

Cinema Paraíso é mais do que um filme de verão, é quase uma película de uma vida inteira para Adriano Luz. As razões são simples: "É um hino ao cinema, mas também à capacidade que as artes têm de nos fazer sonhar. A maneira como é contada a história, a forma como é apresentado aquele projecionista. É emocionante", diz, embevecido, o ator que podemos ver atualmente na novela Remédio Santo, na TVI, e que tem regresso marcado ao cinema para o final do ano, com o filme As Linhas de Wellington, e para 2013 em Night Train to Lisbon, de Bille August, e Quarta Divisão, de Joaquim Leitão.

"Há de haver seguramente muita gente apaixonada pelo Cinema Paraíso", crê este ator, que atualmente entra em casa dos portugueses de segunda a sexta. Um filme a que assistiu pela primeira vez "no cinema, provavelmente quando estreou em Portugal", em janeiro de 1990. E apesar de o ter visto "era muito novo", Luz sabe-o de cor: "Foi um filme que decorei, tenho-o ainda muito presente. O filme tem um lado de liberdade e de revolta que é extraordinário. Depois, é passado num tempo conturbado, numa Itália pobre e muito desigual. É um filme muito, muito atual."

Aos 53 anos, o ator já perdeu a conta às vezes que viu o filme italiano de Giuseppe Tornatore e até tem o DVD em casa, para rever a história sempre que quiser. Contudo, Adriano Luz prefere vê-lo num qualquer canal, apreciando ser apanhado de surpresa pelas grelhas da programação. "Por exemplo, se visse que o filme iria ser exibido hoje à noite na televisão, ficaria a vê-lo com toda a certeza", conta Adriano Luz ao DN. "Gosto do filme pela maneira como é mostrado aquele projecionista, uma profissão que cada vez existe menos, e o miúdo é fascinante", diz.

Entre as cenas preferidas, Adriano elege a última: "Aquela cena final em que o protagonista, já adulto, vê os filmes censurados - e eu, que em muito em jovem passei por essa coisa tenebrosa que é a censura e sinta que ela está sempre presente, seja pelo poder político seja pelo económico, porque todos nós somos constrangidos no que dizemos e fazemos por uma qualquer força oculta que nos limita a nossa liberdade - e ver as cenas dos beijos, tão inócuas e tão pouco censuráveis aos nossos olhos, é extremamente comovente", recorda.

Sublinha, ainda, a importância do silêncio nesta película do fim da década de 80. "É uma cena enorme e que se aguenta sem uma única palavra. Tem apenas uma ideia base, um senhor para lá da meia idade e emocionado com aquele presente que o velho projecionista lhe deixou, é um filme muito bonito", insiste.


Ler Artigo Completo(Pág.1/2) Página seguinte
Patrocínio
 
2272Visualizações
3Impressões
11Comentários
1Envio
Ferramentas

Enviar por EmailEnviar por EmailPartilharPartilhar
ImprimirImprimir
Aumentar TextoAumentar TextoDiminuir TextoDiminuir Texto

FERRAMENTAS
 
  • Enviar por EmailEnviar
  • PartilharPartilhar
  • ImprimirImprimir
  • Comentar este ArtigoComentar este Artigo
  • Aumentar TextoAumentar Texto
  • Diminuir TextoDiminuir Texto
 
PARTILHAR NOTíCIA
 
TAGS
 
Comentar

Caracteres disponíveis: 750

Receber alerta de resposta Aparecer como Anónimo
Lembrar dados pessoais
  • Comentar

Nota: Os comentários deste site são publicados sem edição prévia e são da exclusiva responsabilidade dos seus autores. Consulte a Conduta do Utilizador, prevista nos Termos de Uso e Política de Privacidade. O DN reserva-se ao direito de apagar os comentários que não cumpram estas regras. Receber alerta de resposta - será enviado um alerta para o seu e-mail sempre que houver uma resposta ao seu comentário. Aparecer como anónimo - os dados (nome e-mail) são ocultados. Os comentários podem demorar alguns segundos para ficarem disponíveis no site.

Se tem conta, faça Login

Email

Password

Legenda

Utilizador RegistadoUtilizador Registado    Utilizador Não RegistadoUtilizador Não Registado





PUB
Continente UVA D'OURO 2014 DN 300x100

Especiais

Recuar
Avançar
Amazing Romance in Thailand - DN Destaque (Participação)
25 Abril Concurso de Fotografia
Epaper

PUBLICIDADE

sondagem

Inquérito DN

Considera que os pais deviam ser obrigados por lei a aceitar a vacinação dos filhos com as vacinas incluídas no plano nacional?

Sim
Não
Votar  Ver Resultados



DN

Epaper

Epaper