Publicidade
Diário de Notícias Diário de Notícias


Este Verão não quero deixar de...

Cumprir a promessa de pedalar pelo País

por Céu Neves  

Cumprir a promessa de pedalar pelo País

Circular sem 'stress' pelas ruas onde mora ou passa férias é a proposta. Quem gosta de andar de bicicleta tem ao seu dispor mais de 1500 km de ciclovias um pouco por todo o País. Pedimos a quem sabe do assunto um 'top 10'

Basta de desculpas. É altura de limpar o pó à bicicleta e aproveitar os dias longos para pedalar. A bicicleta não funciona? Tem ferrugem? Faça uma revisão, o que conseguirá por 50 euros se não tiver de substituir peças. Não tem bicicleta? Compre - há preços muito acessíveis - ou peça emprestada. As estradas são só altos e baixos? Olhe para o lado e veja só quantas bicicletas circulam por esses altos e baixos. Portugal tem 1540 quilómetros de ciclovias. Não sabe andar? Há quem dê lições e não são caras. Pense antes nos benefícios.

Para a boa forma física não há melhor do que andar de bicicleta, dizem os técnicos de saúde e confirmam os estudos. Perde peso, as coxas e glúteos ficam mais duros e sem castigar os joelhos, já que 70% do corpo se apoia no selim. Estimula, também, os músculos das costas.

O exercício físico aumenta as defesas do organismo aos ataques das bactérias e dos vírus. Reduz o mau colesterol e o risco de enfarte. E faz sempre bem à alma, sobretudo quando se pode praticar ao ar livre e circulando por caminhos com paisagens magníficas, como mais à frente se verá. Pedalar é um bom antidepressivo.

E, se depois de se fazer à estrada e de sentir no corpo, e na pele, todas as vantagens de andar de bicicleta, até pode decidir alargar a quilometragem e levar tão interessante veículo para o trabalho, para as compras ou para o café. Aí vai sentir os benefícios na carteira.

Temos o capacete, conhecemos o código da estrada, vamos... O melhor é começar pelas "estradas" próprias: ciclovias (inserção urbana e em vias automobilísticas); ecovias (percursos da natureza percor-rendo as margens de rios, existem 217) ou ecopistas (reaproveitamento das linhas férreas desativadas).


Ler Artigo Completo(Pág.1/4) Página seguinte
Patrocínio
 
4441Visualizações
1 Impressão
21Comentários
0Envios
Ferramentas

Enviar por EmailEnviar por EmailPartilharPartilhar
ImprimirImprimir
Aumentar TextoAumentar TextoDiminuir TextoDiminuir Texto

FERRAMENTAS
 
  • Enviar por EmailEnviar
  • PartilharPartilhar
  • ImprimirImprimir
  • Comentar este ArtigoComentar este Artigo
  • Aumentar TextoAumentar Texto
  • Diminuir TextoDiminuir Texto
 
PARTILHAR NOTíCIA
 
Comentar

Caracteres disponíveis: 750

Receber alerta de resposta Aparecer como Anónimo
Lembrar dados pessoais
  • Comentar

Nota: Os comentários deste site são publicados sem edição prévia e são da exclusiva responsabilidade dos seus autores. Consulte a Conduta do Utilizador, prevista nos Termos de Uso e Política de Privacidade. O DN reserva-se ao direito de apagar os comentários que não cumpram estas regras. Receber alerta de resposta - será enviado um alerta para o seu e-mail sempre que houver uma resposta ao seu comentário. Aparecer como anónimo - os dados (nome e-mail) são ocultados. Os comentários podem demorar alguns segundos para ficarem disponíveis no site.

Se tem conta, faça Login

Email

Password

Legenda

Utilizador RegistadoUtilizador Registado    Utilizador Não RegistadoUtilizador Não Registado





PUB

Especiais

Recuar
Avançar
BT Edições Multimédia
Continente UVA D'OURO 2014 DN 300x100
Epaper



PUBLICIDADE

sondagem

Inquérito DN

Aumento de capital é suficiente para resolver crise no BES?

Sim
Não
Votar  Ver Resultados



DN

Epaper

Epaper