Publicidade
Diário de Notícias Diário de Notícias


Saúde

Risco de exposição à malária vai aumentar em Portugal

por Lusa, publicado por Luís Manuel Cabral  

O presidente da Agência Portuguesa do Ambiente (APA), Nuno Lacasta, disse hoje à Lusa que o aumento previsível da temperatura vai potenciar, em Portugal, o risco de exposição à malária.

"Este será um dos desafios importantes nos próximos tempos, ao nível da saúde, no âmbito das alterações climáticas", sublinhou o responsável.

Nuno Lacasta explicou que a ameaça de surtos de doenças vetoriais, como é o caso da malária, deve-se "ao aumento previsível da temperatura" e que "mais do que amedrontar as pessoas", estes alertas servem "para esclarecer e frisar a necessidade estudar e adotar medidas preventivas.

"Sei que o Ministério da Saúde está atento a esta problemática há já um par de anos, mas penso que é importante que os portugueses estejam informados sobre este cenário", justificou.

Nuno Lacasta acrescentou ainda que, no âmbito do fenómeno das alterações climáticas, os recursos hídricos vão constituir outro dos desafios para Portugal, sendo prioritário para o país estudar e prevenir questões como a eficiência, armazenamento de água e a disponibilidade deste recurso natural para consumo humano, agricultura e economia.

Uma situação a acautelar sobretudo porque, destacou, "Portugal vai ter ciclos cada vez mais frequentes e intensos de seca".


Ler Artigo Completo(Pág.1/3) Página seguinte
Patrocínio
 
820Visualizações
1 Impressão
2Comentários
0Envios
Ferramentas

Enviar por EmailEnviar por EmailPartilharPartilhar
ImprimirImprimir
Aumentar TextoAumentar TextoDiminuir TextoDiminuir Texto

FERRAMENTAS
 
  • Enviar por EmailEnviar
  • PartilharPartilhar
  • ImprimirImprimir
  • Comentar este ArtigoComentar este Artigo
  • Aumentar TextoAumentar Texto
  • Diminuir TextoDiminuir Texto
 
PARTILHAR NOTíCIA
 
TAGS
 
Comentar

Se tem conta, faça Login

Email

Password




PUB
PEPE Jornadas Empreendedorismo Turismo - DN Destaque

Especiais

Recuar
Avançar
TSF Superbrand - DN destaque
BT Edições Multimédia
Epaper



PUBLICIDADE

sondagem

Inquérito DN

Justifica-se pagar 1500 euros para garantir médicos nas urgências no Natal e Ano Novo?

Sim
Não
Votar  Ver Resultados



DN

Epaper

Epaper