Publicidade
Diário de Notícias Diário de Notícias


Aveiro

Edifício do extinto Governo Civil vai acolher comando da PSP

por Lusa  

A PSP vai ocupar o edifício do extinto Governo Civil de Aveiro, para onde transfere os serviços do comando distrital, atualmente sedeados na Quinta do Griné, informou hoje fonte da polícia.

Também a Secretaria-Geral do Ministério da Administração Interna (MAI) informou que as instalações do Governo Civil de Aveiro foram afetas à PSP, tendo o comandante distrital da PSP de Aveiro, superintendente Manuel Gomes do Vale, confirmado à agência Lusa que já assinou o auto de cedência das instalações.

O responsável policial adiantou que ainda estão a decorrer obras para a instalação de redes estruturais, a cargo da Secretaria-Geral do MAI, e só após a conclusão dos trabalhos é que a PSP vai tomar posse definitiva das instalações.

Segundo Gomes do Vale, a PSP vai transferir para aquele edifício os serviços de comando, mantendo em funcionamento a esquadra policial que existe, atualmente, no piso térreo.

"Na cave irá funcionar o arquivo e o primeiro andar será para os serviços do comando", adiantou o superintendente, acrescentando que a sala do ex-governador e o salão nobre ficarão reservados para a Secretaria-Geral do MAI.

O último andar do edifício continuará a ser ocupado pelo Comando Distrital de Operações de Socorro (CDOS).


Ler Artigo Completo(Pág.1/2) Página seguinte
Patrocínio
 
2282Visualizações
3Impressões
0Comentários
1Envio
Ferramentas

Enviar por EmailEnviar por EmailPartilharPartilhar
ImprimirImprimir
Aumentar TextoAumentar TextoDiminuir TextoDiminuir Texto

FERRAMENTAS
 
  • Enviar por EmailEnviar
  • PartilharPartilhar
  • ImprimirImprimir
  • Comentar este ArtigoComentar este Artigo
  • Aumentar TextoAumentar Texto
  • Diminuir TextoDiminuir Texto
 
PARTILHAR NOTíCIA
 


PUB

NOTÍCIAS Mais VISTAS

Continente UVA D'OURO 2015 DN 300x100
Btn EdMultimedia - Geral



PUBLICIDADE

sondagem

Inquérito DN

Como classifica a decisão de Pedro Santana Lopes de não entrar na corrida a Belém?

Acertada
Errada
Votar  Ver Resultados



DN

Epaper

Epaper