Publicidade
Diário de Notícias Diário de Notícias


Saúde

Governo denuncia relatório "político e ideológico"

por Lusa  

O secretario de Estado Adjunto e da Saúde, Leal da Costa, assegurou hoje que não há nem haverá racionamento implícito na saúde, contestando assim as conclusões do Relatório da Primavera, que acusou de ser um "documento político e ideológico".

"Não concordamos. Não há racionamento implícito. São referidos uns casos anedóticos, em que poderão ter ocorrido circunstâncias que podem configurar essa situação, mas o Serviço Nacional de Saúde não é sujeito a racionamento dessa forma e seremos implacáveis na remoção do racionamento implícito", afirmou.

Leal da Costa minimizou as conclusões do relatório e, embora salvaguardando que merecerá a atenção do Governo, classificou-o como um documento político, com uma linha ideológica em que não se consegue destrinçar um retrato fidedigno.

"É um relatório político, que tem de ter uma leitura política. Tem a visão ideológica de quem o escreveu", afirmou aos jornalistas, à margem da apresentação pública do Relatório de Primavera 2012.

Quanto aos resultados do relatório que apontam para um aumento das dificuldades de acesso dos portugueses aos serviços públicos de saúde, o governante desmentiu.

"O relatório não diz que o número de isentos aumentou e as consultas também. A ninguém foi negado atendimento urgente por incapacidade de pagar taxa moderadora e os aumentos das taxas moderadoras verificados, e sempre justificados, ficam compensados com a poupança nos medicamentos. Nunca houve medicamentos tão baratos como agora", afirmou.


Ler Artigo Completo(Pág.1/2) Página seguinte
Patrocínio
 
1940Visualizações
10Impressões
26Comentários
3Envios
Ferramentas

Enviar por EmailEnviar por EmailPartilharPartilhar
ImprimirImprimir
Aumentar TextoAumentar TextoDiminuir TextoDiminuir Texto

FERRAMENTAS
 
  • Enviar por EmailEnviar
  • PartilharPartilhar
  • ImprimirImprimir
  • Comentar este ArtigoComentar este Artigo
  • Aumentar TextoAumentar Texto
  • Diminuir TextoDiminuir Texto
 
PARTILHAR NOTíCIA
 
RELACIONADO
 
Comentar

Se tem conta, faça Login

Email

Password




PUB
NOS ConferênciaPrémioInovaçãoNOS - DN Destaque

Especiais

Recuar
Avançar
PEPE Jornadas Empreendedorismo Turismo - DN Destaque
BT Edições Multimédia
Epaper



PUBLICIDADE

sondagem

Inquérito DN

Pensa que as taxas de juro negativas são boa notícia para as famílias portuguesas?

Sim
Não
Votar  Ver Resultados



DN

Epaper

Epaper