Publicidade
Diário de Notícias Diário de Notícias


Presidente do ACP Afirma:

Costa só faz "asneira" na mobilidade e devia sair

por Lusa  

Costa só faz "asneira" na mobilidade e devia sair
Fotografia © João Girão/Global Imagens

O presidente do Automóvel Clube de Portugal (ACP) afirmou hoje que o presidente da Câmara de Lisboa, António Costa, só faz "asneira" no que toca à mobilidade na cidade e, como tal, devia sair da autarquia.

"A cidade de Lisboa é liderada por um presidente e por um vice-presidente que têm uma obsessão, que nunca vão conseguir na vida, que é pôr todos os portugueses a andar de bicicleta. Tudo o que poderem destruir em mobilidade em Lisboa vão fazê-lo" disse hoje Carlos Barbosa. Em declarações à Lusa, o presidente do ACP disse que aqueles autarcas "não se lembram que esta é uma cidade com sete colinas" e "que a mobilidade que gostariam de ter não é possível".

Lamentou ainda que o vereador da mobilidade, Nunes da Silva, que "é um expert em mobilidade", não consiga trabalhar. "O professor é respeitadíssimo lá fora e depois tem lá dois [presidente e vice-presidente] que não o deixam fazer nada. O que é que ele está lá a fazer? Venha-se embora", sublinhou. Carlos Barbosa enumerou os 500 lugares de estacionamento que a câmara tirou da Avenida Duque D'Ávila para fazer uma ciclovia "que nunca ninguém vai utilizar" como uma das más opções da autarquia. "Fizeram uma ciclovia em frente ao El Corte Inglês a subir a Marquês da Fronteira que eu gostava que qualquer um deles a subisse", acrescentou.

"O dinheiro que já é escasso para a mobilidade em Lisboa está a ser gasto de uma maneira completamente esbanjadora", afirmou. Para o presidente do ACP, as duas medidas imediatas a serem tomadas para devolver a mobilidade a Lisboa seria: "mudar de presidente da câmara e deixar o professor Nunes da Silva trabalhar na cidade". Carlos Barbosa ressalvou que o "Cais do Sodré está para ser mudado há dois anos" e que no Terreiro do Paço "ficou de se abrir duas faixas". "É asneira atrás de asneiras", afirmou. O mesmo se passa com os radares em Lisboa, que há dois anos foram alvo de um estudo para serem reposicionados e "até agora nada".

"É tudo mal feito e só vai piorar", acrescentou. A Lusa contactou com o gabinete do presidente da Câmara de Lisboa que não quis fazer comentários.


Patrocínio
 
5912Visualizações
13Impressões
39Comentários
2Envios
Ferramentas

Enviar por EmailEnviar por EmailPartilharPartilhar
ImprimirImprimir
Aumentar TextoAumentar TextoDiminuir TextoDiminuir Texto

FERRAMENTAS
 
  • Enviar por EmailEnviar
  • PartilharPartilhar
  • ImprimirImprimir
  • Comentar este ArtigoComentar este Artigo
  • Aumentar TextoAumentar Texto
  • Diminuir TextoDiminuir Texto
 
PARTILHAR NOTíCIA
 
Comentar

Caracteres disponíveis: 750

Receber alerta de resposta Aparecer como Anónimo
Lembrar dados pessoais
  • Comentar

Nota: Os comentários deste site são publicados sem edição prévia e são da exclusiva responsabilidade dos seus autores. Consulte a Conduta do Utilizador, prevista nos Termos de Uso e Política de Privacidade. O DN reserva-se ao direito de apagar os comentários que não cumpram estas regras. Receber alerta de resposta - será enviado um alerta para o seu e-mail sempre que houver uma resposta ao seu comentário. Aparecer como anónimo - os dados (nome e-mail) são ocultados. Os comentários podem demorar alguns segundos para ficarem disponíveis no site.

Se tem conta, faça Login

Email

Password

Legenda

Utilizador RegistadoUtilizador Registado    Utilizador Não RegistadoUtilizador Não Registado





PUB
Continente UVA D'OURO 2014 DN 300x100

Especiais

Recuar
Avançar
BT Edições Multimédia
Epaper



PUBLICIDADE

sondagem

Inquérito DN

Polícia deve vigiar megaencontros marcados pelo Facebook como o do Vasco da Gama?

Sim
Não
Votar  Ver Resultados



DN

Epaper

Epaper