Publicidade
Diário de Notícias Diário de Notícias


Francisco Louçã

Paulo Portas foi "mais rápido que a própria sombra" na venda do BPN

por Lusa  

O líder do Bloco de Esquerda, Francisco Louçã, acusou no sábado o ministro dos Negócios Estrangeiros, Paulo Portas, de ser "mais rápido que a própria sombra" ao negociar a venda do BPN em Luanda (Angola).

"Paulo Portas começou em Angola a negociar as condições para vender o Banco Português de Negócios (BPN) ainda o Governo não tinha decidido. O homem negoceia mais depressa que a sua própria sombra", acusou Francisco Louçã, durante um comício na noite de sábado em Armação de Pêra, no Algarve.

Louçã classificou o caso BPN como um "cambalacho" e uma das razões para a crise financeira que Portugal vive.

"O Estado foi dono do BPN durante quase três anos e não cobrou ao homem mais rico de Portugal [Américo Amorim]", recordou o líder bloquista, referindo que "não há regra nenhuma para quem tem a compreensão do Governo".

"Tudo é possível. Tornar-se Américo Amorim, o mais rico de Portugal e ser em simultâneo o maior devedor de Portugal", observou.

O BE afirma que não aceita o "cambalacho" do BPN, tal como não aceita a "privatização dos correios" ou da água.


Ler Artigo Completo(Pág.1/2) Página seguinte
Patrocínio
 
4379Visualizações
18Impressões
24Comentários
1Envio
Ferramentas

Enviar por EmailEnviar por EmailPartilharPartilhar
ImprimirImprimir
Aumentar TextoAumentar TextoDiminuir TextoDiminuir Texto

FERRAMENTAS
 
  • Enviar por EmailEnviar
  • PartilharPartilhar
  • ImprimirImprimir
  • Comentar este ArtigoComentar este Artigo
  • Aumentar TextoAumentar Texto
  • Diminuir TextoDiminuir Texto
 
PARTILHAR NOTíCIA
 
RELACIONADO
 
Comentar

Se tem conta, faça Login

Email

Password




PUB

Especiais

Recuar
Avançar
Coleção DN 150 anos - DN Destaque
BT Edições Multimédia
Epaper



PUBLICIDADE

sondagem

Inquérito DN

Como classifica a entrevista do primeiro-ministro, Pedro Passos Coelho, ontem à RTP?

Muito boa
Boa
Medíocre

Votar  Ver Resultados



DN

Epaper

Epaper