Publicidade
Diário de Notícias Diário de Notícias


Novo Governo

Ana Gomes fala de Strauss-Khan para atacar Paulo Portas

por Dn.pt  

Ana Gomes fala de Strauss-Khan para atacar Paulo Portas
Fotografia © Jorge Amaral / Global Imagens

A eurodeputada socialista Ana Gomes considera que Paulo Portas não tem condições para integrar o novo Governo. "Está em causa a sua idoneidade pessoal e política", afirmou na Antena1

"Não está em causa a total legitimidade do seu partido para integrar coligação do Governo. Está em causa a sua idoneidade pessoal e política para voltar a desempenhar cargos governamentais no nosso país, atentas as suas responsabilidades e comportamentos como Governante e parlamentar, alguns desses comportamentos ainda por esclarecer em Justiça, como é devido", começou Ana Gomes, esta manhã, na sua intervenção no programa "Conselho Superior" da Antena1, em que acabou por referir-se ao escândalo sexual do ex-director do FMI Dominique Strauss-Khan para justificar o seu ponto de vista.

Ana Gomes esclareceu que se estava a referir "à lesiva aquisição de submarinos", de que Paulo Portas "foi o principal responsável, enquanto ministro da Defesa, e sobre a qual correm processos em Justiça, por corrupção, burla, evasão fiscal, lavagem de dinheiro, facturas falsas, etc".

Sobre este caso, a deputada europeia criticou a actuação do Procurador Geral da República, que "conseguiu afastar duas procuradoras que iniciaram esse processo". "Mas eu tenho esperança que prossiga. É essencial para a transparência e para a Justiça", disse.

Voltando às críticas a Paulo Portas, Ana Gomes referiu-se depois a "outros comportamentos" que justificam a sua opinião. "Todos os jornalistas em Portugal sabem que junto do então ministro Paulo Portas funcionou uma central de desinformação e calúnia de dirigentes do PS que alimentou o tratamento na Imprensa do caso Casa Pia", disse. "Um seu próximo colaborador, Pedro Guerra, que Paulo Portas tratou de colocar depois numa empresa pública, era um dos principais agentes dessa central de desinformação", acusou Ana Gomes.

A eurodeputada lamentou que a justiça não tenha ainda esclarecido "todos os contornos sórdidos do caso Casa Pia, incluindo a campanha de desinformação de quem queria desviar informações".


Ler Artigo Completo(Pág.1/2) Página seguinte
Patrocínio
 
38172Visualizações
109Impressões
791Comentários
31Envios
Ferramentas

Enviar por EmailEnviar por EmailPartilharPartilhar
ImprimirImprimir
Aumentar TextoAumentar TextoDiminuir TextoDiminuir Texto

FERRAMENTAS
 
  • Enviar por EmailEnviar
  • PartilharPartilhar
  • ImprimirImprimir
  • Comentar este ArtigoComentar este Artigo
  • Aumentar TextoAumentar Texto
  • Diminuir TextoDiminuir Texto
 
PARTILHAR NOTíCIA
 
RELACIONADO
 
Comentar

Caracteres disponíveis: 750

Receber alerta de resposta Aparecer como Anónimo
Lembrar dados pessoais
  • Comentar

Nota: Os comentários deste site são publicados sem edição prévia e são da exclusiva responsabilidade dos seus autores. Consulte a Conduta do Utilizador, prevista nos Termos de Uso e Política de Privacidade. O DN reserva-se ao direito de apagar os comentários que não cumpram estas regras. Receber alerta de resposta - será enviado um alerta para o seu e-mail sempre que houver uma resposta ao seu comentário. Aparecer como anónimo - os dados (nome e-mail) são ocultados. Os comentários podem demorar alguns segundos para ficarem disponíveis no site.

Se tem conta, faça Login

Email

Password

Legenda

Utilizador RegistadoUtilizador Registado    Utilizador Não RegistadoUtilizador Não Registado





PUB

Especiais

Recuar
Avançar
BT Edições Multimédia
Epaper
Ocasião/Zaask - Destaque 300x100 DN



PUBLICIDADE

sondagem

Inquérito DN

Como é que PSD e CDS devem concorrer às próximas legislativas?

Coligados
Separados
Votar  Ver Resultados



DN

Epaper

Epaper