Publicidade
Diário de Notícias Diário de Notícias


DECISÃO

Médico absolvido de violação porque não foi muito violento

por DN.pt  

Médico absolvido de violação porque não foi muito violento
Fotografia © Artur Machado/Global Imagens

Relação do Porto absolveu psiquiatra com argumentos muito polémicos.

O Tribunal da Relação do Porto absolveu o psiquiatra João Villas Boas do crime de violação contra uma paciente sua, grávida de 34 semanas, que estava a ter acompanhamento devido à gravidez.

Segundo a maioria de juízes, os actos sexuais dados como provados no julgamento de primeira instância não foram suficientemente violentos. Agarrar a cabeça (ou os cabelos) de uma mulher, obrigando-a a fazer sexo oral e empurrá-la contra um sofá para realizar a cópula não constituíram actos susceptíveis de ser enquadrados como violentos.

Leia mais pormenores no e-paper do DN.


Patrocínio
 
132847Visualizações
87Impressões
376Comentários
81Envios
Ferramentas

Enviar por EmailEnviar por EmailPartilharPartilhar
ImprimirImprimir
Aumentar TextoAumentar TextoDiminuir TextoDiminuir Texto

FERRAMENTAS
 
  • Enviar por EmailEnviar
  • PartilharPartilhar
  • ImprimirImprimir
  • Comentar este ArtigoComentar este Artigo
  • Aumentar TextoAumentar Texto
  • Diminuir TextoDiminuir Texto
 
PARTILHAR NOTíCIA
 
RELACIONADO
 
Comentar

Se tem conta, faça Login

Email

Password




PUB

Especiais

Recuar
Avançar
Coleção DN 150 anos - DN Destaque
BT Edições Multimédia
Epaper



PUBLICIDADE

sondagem

Inquérito DN

Como classifica a entrevista do primeiro-ministro, Pedro Passos Coelho, ontem à RTP?

Muito boa
Boa
Medíocre

Votar  Ver Resultados



DN

Epaper

Epaper