Publicidade
Diário de Notícias Diário de Notícias


Equipamento

Lanchas voadoras apreendidas são usadas pelas polícias

por JOSÉ MANUEL OLIVEIRA  

Lanchas voadoras apreendidas são usadas pelas polícias

Autoridades requerem ao tribunal posse de lanchas mais potentes que as suas.

Não têm qualquer identificação e "voam" sobre as águas entre Marrocos e a costa portuguesa carregadas de haxixe. Uma rotina que por vezes é detectada pelas autoridades. Esta semana uma lancha rápida usada por traficantes foi encontrada à deriva na zona da Barrinha, junto à Praia de Faro. Deverá passar para a posse da força de segurança responsável na altura pela operação de combate ao narcotráfico - neste caso, a Polícia Marítima.

A Unidade de Controlo Costeiro da Guarda Nacional Republicana (GNR) no Algarve e mais recentemente a Marinha Portuguesa têm sido as beneficiadas com o equipamento, que é "mais rápido do que qualquer outra embarcação", como reconhecem vários agentes. A Autoridade Marítima do Sul vai requerer ao tribunal, após a conclusão do respectivo processo, a utilização da lancha que encontrou à deriva. Em terra foram recolhidos 74 fardos com um total de 2,5 toneladas de haxixe, além de terem sido identificados quatro suspeitos portugueses.

Com esta ascendem a quatro lanchas apreendidas em 2010, três das quais no Algarve - duas em praias da zona da Figueira, no concelho de Vila do Bispo, e uma perto da Praia de Faro, a que se junta uma outra em Aveiro. Mas as que acabam por escapar ninguém sabe ao certo, embora alguns até admitam que poderão ser "dezenas" por ano ao longo de uma extensão área costeira.

Uma lancha com dez a 15 metros de comprimento pode transportar, em média, duas toneladas ou mais de haxixe desde Marrocos. Na costa algarvia, as autoridades procedem a acções de vigilância até cerca de seis milhas, utilizando o OPAL, aparelho de vigilância nocturna com infravermelhos para detectar embarcações com movimentações consideradas suspeitas. Mas as informações transmitidas por pes- cadores são muitas vezes cruciais na perseguição aos traficantes e na apreensão da droga após as descargas nas praias. Também a Guardia Civil espanhola alerta as autoridades portuguesas, após detectar nos seus radares embarcações suspeitas. Em Portugal o SIVIC (Sistema Integrado de Vigilância e Comando e Controlo), com radares na costa portuguesa, fixos e móveis, além de câmaras de vigilância nocturna e antenas de comunicação ligados ao centro de comando, em Lisboa, que permitirá mais eficácia durante as 24 horas,) continua sem funcionar. O que não facilita a tarefa de quem está no terreno.

Além disso, os traficantes, na sua maioria marroquinos, a que se juntam outros cidadãos provenientes do Norte de África em lanchas voadoras estão organizados em redes de narcotráfico, contando com informadores e vigilantes, muitos deles imigrantes de países de leste europeu. Cada um pode receber entre mil e dois mil euros numa operação. Muitos deles vigiam as autoridades junto às capitanias e quando sai uma embarcação da Polícia Marítima, é de imediato reportado aos traficantes que se encontram no mar. Estes só avançam se houver condições de segurança para as descargas nas praias. Por vezes, chegam a actuar com dois três semirígidos em simultâneo em várias direcções, a fim de tentar iludir as autoridades.


Ler Artigo Completo(Pág.1/2) Página seguinte
Patrocínio
 
6859Visualizações
10Impressões
3Comentários
0Envios
Ferramentas

Enviar por EmailEnviar por EmailPartilharPartilhar
ImprimirImprimir
Aumentar TextoAumentar TextoDiminuir TextoDiminuir Texto

FERRAMENTAS
 
  • Enviar por EmailEnviar
  • PartilharPartilhar
  • ImprimirImprimir
  • Comentar este ArtigoComentar este Artigo
  • Aumentar TextoAumentar Texto
  • Diminuir TextoDiminuir Texto
 
PARTILHAR NOTíCIA
 
RELACIONADO
 
TAGS
 
Comentar

Caracteres disponíveis: 750

Receber alerta de resposta Aparecer como Anónimo
Lembrar dados pessoais
  • Comentar

Nota: Os comentários deste site são publicados sem edição prévia e são da exclusiva responsabilidade dos seus autores. Consulte a Conduta do Utilizador, prevista nos Termos de Uso e Política de Privacidade. O DN reserva-se ao direito de apagar os comentários que não cumpram estas regras. Receber alerta de resposta - será enviado um alerta para o seu e-mail sempre que houver uma resposta ao seu comentário. Aparecer como anónimo - os dados (nome e-mail) são ocultados. Os comentários podem demorar alguns segundos para ficarem disponíveis no site.

Se tem conta, faça Login

Email

Password

Legenda

Utilizador RegistadoUtilizador Registado    Utilizador Não RegistadoUtilizador Não Registado





PUB

Especiais

Recuar
Avançar
BT Edições Multimédia
Epaper
Ocasião/Zaask - Destaque 300x100 DN



PUBLICIDADE

sondagem

Inquérito DN

Pensa que Jorge Jesus devia entrar na lista para o prémio de Melhor Treinador do Mundo?

Sim
Não
Votar  Ver Resultados



DN

Epaper

Epaper