Publicidade
Diário de Notícias Diário de Notícias


Manifestação

Argumento que não convence

por Leonel Gonçalves  

Leitor contesta atitude de sindicalista e interroga-se sobre opções eleitorais de quem escolhe os dirigentes.

A propósito da manifestação de 2 de março, o DN perguntou a várias pessoas se iam participar. Uma das respostas foi surpreendente. Vitor Martins, presidente do Sindicato das Comunicações, disse: "[...] Não aderimos às manifestações da CGTP porque o objetivo da CGTP é terminar [...], dizer que foi a maior de sempre e começar a pensar logo na próxima. É o que vai acontecer amanhã." Presu- mindo-se que o presidente daquele sindicato é profissional do sector, a resposta é caricata, uma vez que comunicações é um conceito próximo e relacionado com informação. Desta forma, não se sabe que mais espanto causará - se a cultura sindical expressa ou a ignorância sobre a característica e responsabilidade da manifestação. A escolha de dirigentes [...] é geralmente motivo de controvérsia e reflexão. Os trabalhadores, os cidadãos em geral, elegem, por vezes, dirigentes que não estão à altura de os representar. O atual momento é disso um bom exemplo.


Patrocínio
 
457Visualizações
0Impressões
1 Comentário
0Envios
Ferramentas

Enviar por EmailEnviar por EmailPartilharPartilhar
ImprimirImprimir
Aumentar TextoAumentar TextoDiminuir TextoDiminuir Texto

FERRAMENTAS
 
  • Enviar por EmailEnviar
  • PartilharPartilhar
  • ImprimirImprimir
  • Comentar este ArtigoComentar este Artigo
  • Aumentar TextoAumentar Texto
  • Diminuir TextoDiminuir Texto
 
PARTILHAR NOTíCIA
 
Comentar

Se tem conta, faça Login

Email

Password




Portugal e Lisboa

A forma como o governo se prepara para fazer a distribuição dos fundos comunitários é ultravergonhosa. Mais uma vez, e seguindo à risca o roteiro do Bloco Central, o grosso da fatia vai ser engolida pela...

Jorge Santos

O reconhecimento da Palestina

 

(...) O Parlamento Europeu reconheceu o Estado da Palestina, um passo histórico e fundamental na resolução do longo e sangrento conflito entre Israel e a Palestina. No mesmo dia, o Tribunal Geral da União...

TOMAZ ALBUQUERQUE

Um ano depois da tragédia da praia do Meco

 

Fez, no passado dia 15 de dezembro, um ano que perderam a vida seis jovens estudantes na praia do Meco.



Arlindo de Jesus Costa, arlindocosta44@gmail.com

A tragédia portuguesa

 

"Alegra-te género humano enfermo, porque chegou o remédio para os teus males, porque virá o sol da justiça que trará a saúde nas asas" - Padre António Vieira, século XVII. Este poderia ter sido o discurso...

Tomaz Albuquerque

O sucesso de Alberto da Ponte

 

Poiares Maduro é mais um jovem inexperiente que joga na equipa do "treinador" Passos Coelho. Quando tomou posse, manteve - e bem - o apoio a Alberto da Ponte e aos restantes administradores da RTP. Depois...



 
Manuel Alexandre, m.alexandre@chello.at

Os liberais e o Papa Francisco

 

(...) Tive o privilégio de, em 1964, ter assistido no Instituto Universitário dos Altos Estudos Internacionais de Genebra a algumas aulas do professor Wilhem Röpke. É considerado uma das figuras mais destacadas...

Raul Fernandes, rap_fernandes@hotmail.com

Para grandes males, grandes remédios

 

Os partidos políticos estão cada vez mais desacreditados e a população está descrente e desiludida com os sucessivos governos. Pensa-se que no seio da classe política a corrupção é generalizada.


Ver Mais




PUB
NOS ConferênciaPrémioInovaçãoNOS - DN Destaque

Especiais

Recuar
Avançar
PEPE Jornadas Empreendedorismo Turismo - DN Destaque
BT Edições Multimédia
Epaper



PUBLICIDADE

sondagem

Inquérito DN

Vitória do Syriza na Grécia vai reforçar a esquerda portuguesa?

Sim
Não
Votar  Ver Resultados



DN

Epaper

Epaper