Publicidade
Diário de Notícias Diário de Notícias


cartas

Uma 'almofada' para o primeiro-ministro

por RUI MATOS DIAS, MONTE DA PEDRA  

Leitor assume desencantamento com o atual rumo político e o desempenho da ação governativa

Pronto! Podemos ficar descansados! Com a convocação do Conselho de Estado, o Presidente da República encontrou forma de criar uma "almofada" de encosto para as aleivosias com que o primeiro-ministro já nos prendou e que, pela sua conversa, não vão ficar só pelas desgraças que já se conhecem. O que lhe terão feito os trabalhadores e os pensionistas para lhe provocarem tais ondas de raiva que, para nosso mal, estamos ainda longe de saber que mais nos espera? Quem tiver um pouco de paciência para ler o livrinho "Mudar", que deu à estampa antes de ser eleito e com o qual recolheu certamente muitos dos votos que o elegeram, bem pode interrogar-se se a pessoa que assinou o livro é a mesma que agora é primeiro-ministro. Certo, só o título, pois muita coisa "mudou", mas ainda para muito pior do que o mau que já tínhamos. É gente desta que faz desacreditar as pessoas, cada vez mais pessoas, na política.


Patrocínio
 
581Visualizações
0Impressões
0Comentários
0Envios
Ferramentas

Enviar por EmailEnviar por EmailPartilharPartilhar
ImprimirImprimir
Aumentar TextoAumentar TextoDiminuir TextoDiminuir Texto

FERRAMENTAS
 
  • Enviar por EmailEnviar
  • PartilharPartilhar
  • ImprimirImprimir
  • Comentar este ArtigoComentar este Artigo
  • Aumentar TextoAumentar Texto
  • Diminuir TextoDiminuir Texto
 
PARTILHAR NOTíCIA
 
FILOMENA MARTINS

Já se tinha percebido que a culpa do chamado caso dos submarinos morreria solteira. Agora sabe-se que as negociações das denominadas contrapartidas também são, e serão sempre, responsabilidade de pai incógnito...

ANSELMO BORGES

Sobre o paradoxo da Igreja, o sociólogo Olivier Bobineau tem um texto penetrante e inexcedivelmente límpido. "A Igreja Católica é uma junção paradoxal de dois elementos opostos por natureza: uma convicção...

JOEL NETO

Qualquer esforço de autorregulação a que a SIC e a TVI adiram, tendo em conta o contexto adverso em que operam, deve ser elogiado. E isso é verdade também para este acordo em torno das chamadas de valor...

JOÃO MARCELINO

1. A queda de Ricardo Salgado, com tudo aquilo que já se sabe e o que se pode intuir a partir dos últimos resultados apresentados pelo BES, é um terramoto financeiro. Na conjuntura de há um ano, quando...

FERREIRA FERNANDES

Fiquei contentíssimo por Carlos Moedas ir para comissário europeu. A sério. Mas eu ficaria igualmente contentíssimo se fosse João Pinho de Almeida. Ou Berta Cabral. A sério, contentíssimo. Vão ao Portal...

Comentar

Caracteres disponíveis: 750

Receber alerta de resposta Aparecer como Anónimo
Lembrar dados pessoais
  • Comentar

Nota: Os comentários deste site são publicados sem edição prévia e são da exclusiva responsabilidade dos seus autores. Consulte a Conduta do Utilizador, prevista nos Termos de Uso e Política de Privacidade. O DN reserva-se ao direito de apagar os comentários que não cumpram estas regras. Receber alerta de resposta - será enviado um alerta para o seu e-mail sempre que houver uma resposta ao seu comentário. Aparecer como anónimo - os dados (nome e-mail) são ocultados. Os comentários podem demorar alguns segundos para ficarem disponíveis no site.

Se tem conta, faça Login

Email

Password

Legenda

Utilizador RegistadoUtilizador Registado    Utilizador Não RegistadoUtilizador Não Registado





É preciso dizer "basta"

A relativa passividade com que o mundo assiste ao que se passa na Faixa de Gaza e na Cisjordânia não augura nada de bom. (...) Que mais será preciso para que, como exemplarmente fizemos por Timor, por...

Tomaz Albuquerque

O arquivamento do processo do Meco

 

Leitor lamenta arquivamento do processo a propósito da morte dos seis jovens

José Madureira

Deco elogiado

 

Leitor elogia Deco e homenagem no estádio do Dragão



Tomaz Albuquerque

Santana Lopes e a candidatura à Presidência

 

Leitor defende que Pedro Santana Lopes sofrerá derrota se for candidato a presidente da República em 2016.

António J. M. Nunes da Silva, ajmnsilva@gmail.com

Prioridades da investigação em Portugal

 

Enquanto os investigadores, incluindo os da área de saúde, se vão queixando de estar em piores condições de investigação por restrições financeiras, a Assembleia da República "recomenda" ao Governo que...



 
VÍTOR COLAÇO SANTOS

O extermínio do povo palestiniano

 

A causa principal do recorrente conflito armado de Israel contra a Palestina deriva da ocupação ilegal e brutal de parte do território palestiniano pelos israelitas. Estes usam a força aérea e terrestre...

DUARTE DIAS DA SILVA

A avaliação, os sindicalistas e o ministro

 

Mais uma das tricas em que se mete este Governo, a avaliação de professores. Data marcada de fugida para não haver defesa, sub-reptícia, e já está. Eis que, esbaforido, aparece o senhor Nogueira, sindicalista...


Ver Mais




PUB

Especiais

Recuar
Avançar
BT Edições Multimédia
Continente UVA D'OURO 2014 DN 300x100
Epaper



PUBLICIDADE

sondagem

Inquérito DN

Concorda com a escolha de Carlos Moedas para comissário europeu?

Sim
Não
Votar  Ver Resultados



DN

Epaper

Epaper