Publicidade
Diário de Notícias Diário de Notícias


cartas

Uma 'almofada' para o primeiro-ministro

por RUI MATOS DIAS, MONTE DA PEDRA  

Leitor assume desencantamento com o atual rumo político e o desempenho da ação governativa

Pronto! Podemos ficar descansados! Com a convocação do Conselho de Estado, o Presidente da República encontrou forma de criar uma "almofada" de encosto para as aleivosias com que o primeiro-ministro já nos prendou e que, pela sua conversa, não vão ficar só pelas desgraças que já se conhecem. O que lhe terão feito os trabalhadores e os pensionistas para lhe provocarem tais ondas de raiva que, para nosso mal, estamos ainda longe de saber que mais nos espera? Quem tiver um pouco de paciência para ler o livrinho "Mudar", que deu à estampa antes de ser eleito e com o qual recolheu certamente muitos dos votos que o elegeram, bem pode interrogar-se se a pessoa que assinou o livro é a mesma que agora é primeiro-ministro. Certo, só o título, pois muita coisa "mudou", mas ainda para muito pior do que o mau que já tínhamos. É gente desta que faz desacreditar as pessoas, cada vez mais pessoas, na política.


Patrocínio
 
578Visualizações
0Impressões
0Comentários
0Envios
Ferramentas

Enviar por EmailEnviar por EmailPartilharPartilhar
ImprimirImprimir
Aumentar TextoAumentar TextoDiminuir TextoDiminuir Texto

FERRAMENTAS
 
  • Enviar por EmailEnviar
  • PartilharPartilhar
  • ImprimirImprimir
  • Comentar este ArtigoComentar este Artigo
  • Aumentar TextoAumentar Texto
  • Diminuir TextoDiminuir Texto
 
PARTILHAR NOTíCIA
 
Comentar

Caracteres disponíveis: 750

Receber alerta de resposta Aparecer como Anónimo
Lembrar dados pessoais
  • Comentar

Nota: Os comentários deste site são publicados sem edição prévia e são da exclusiva responsabilidade dos seus autores. Consulte a Conduta do Utilizador, prevista nos Termos de Uso e Política de Privacidade. O DN reserva-se ao direito de apagar os comentários que não cumpram estas regras. Receber alerta de resposta - será enviado um alerta para o seu e-mail sempre que houver uma resposta ao seu comentário. Aparecer como anónimo - os dados (nome e-mail) são ocultados. Os comentários podem demorar alguns segundos para ficarem disponíveis no site.

Se tem conta, faça Login

Email

Password

Legenda

Utilizador RegistadoUtilizador Registado    Utilizador Não RegistadoUtilizador Não Registado





Cortar no que dá prejuízo não é solução

Privatização Leitor defende que transportes não podem obedecer só ao imperativo do lucro

Mário Pires Miguel, mpiresmiguel@sapo.pt

O BE com problemas da adolescência

 

O Bloco de Esquerda está com problemas próprios da adolescência. Está com dificuldade em se definir no contexto político nacional. As dúvidas, cisões e abandonos refletem esse estado. Há os que querem...

Francisco José Casal Pina

Os erros já reconhecidos por Juncker

 

Leitor elogia primeiras declarações de Juncker.



Carlos Leal

As causas da quebra da natalidade

 

Na comunicação social tem estado em foco a fraca demografia do nosso país. Curiosamente, são dissecados os efeitos mas nunca as causas. Para os mais velhos, entre os quais me encontro, tudo isto é fruto...

VÍTOR COLAÇO SANTOS

Resgate nacional salvou alemães e franceses

 

A Comissão Europeia revelou que os europeus já tinham gasto 4,5 biliões de euros para salvar o sistema financeiro na Europa! Agora, Philippe Legrain,ex-conselheiro de Durão Barroso (não, não é esquerdista)...



 
VÍTOR COLAÇO SANTOS

O Governo e o combate à economia paralela

 

O Estado tem a obrigação de afrontar, desmantelar e punir a fraude e a evasão fiscal. Não o fazendo, prescinde de avultadas receitas que serviriam também para poder responder aos direitos sociais ou à...

Francisco Ramalho

As faltas da comunidade internacional

 

O que se passa na Palestina é bem revelador do miserável estado a que este mundo chegou. Um país que ilegalmente e impunemente ocupa e, sistematicamente, destrói outro sob os mais falsos pretextos. Ainda...


Ver Mais




PUB

Especiais

Recuar
Avançar
Continente UVA D'OURO 2014 DN 300x100
Epaper

PUBLICIDADE

sondagem

Inquérito DN

Concorda que professores sejam avaliados através de uma prova?

Sim
Não
Votar  Ver Resultados



DN

Epaper

Epaper