Publicidade
Diário de Notícias Diário de Notícias


opinião

Portugueses 'à beira de um ataque de nervos'

por ARLINDO COSTA, ODIVELAS  

Leitor aposta na demissão do Governo a breve prazo.

Os portugueses começam a ficar à "beira de um ataque de nervos" (a grandiosa manifestação de dia 15 foi um prenúncio). Isto porque Passos Coelho e Paulo Portas continuam apostados numa criminosa "cruzada" contra o mundo do trabalho obrigando-o a sacrifícios impensáveis, uma vez que Portugal já é um dos países em que a desigualdade social é das maiores. Ora, o que Passos Coelho veio há dias anunciar é mais uma afronta ao "Zé-Povinho", isto porque o Governo, qual Robin dos Bosques (ao avesso), vai tirar 7% do salário dos tra- balhadores para os transferir para os bolsos dos patrões. Entretanto, vimos o primeiro- -ministro feliz e contente [...] a assistir ao espetáculo dado pelo cantor da célebre canção E depois do adeus. Ora, perante tanta falta de sensibilidade social e falta de vergonha [...], resta-me a esperança de que a canção que serviu de senha à revolução do 25 de Abril de 1974 [...] seja o prenúncio de que Passos Coelho e a sua tenebrosa equipa, seja obrigado a dizer adeus a S. Bento. [...]


Patrocínio
 
515Visualizações
0Impressões
0Comentários
0Envios
Ferramentas

Enviar por EmailEnviar por EmailPartilharPartilhar
ImprimirImprimir
Aumentar TextoAumentar TextoDiminuir TextoDiminuir Texto

FERRAMENTAS
 
  • Enviar por EmailEnviar
  • PartilharPartilhar
  • ImprimirImprimir
  • Comentar este ArtigoComentar este Artigo
  • Aumentar TextoAumentar Texto
  • Diminuir TextoDiminuir Texto
 
PARTILHAR NOTíCIA
 
Comentar

Caracteres disponíveis: 750

Receber alerta de resposta Aparecer como Anónimo
Lembrar dados pessoais
  • Comentar

Nota: Os comentários deste site são publicados sem edição prévia e são da exclusiva responsabilidade dos seus autores. Consulte a Conduta do Utilizador, prevista nos Termos de Uso e Política de Privacidade. O DN reserva-se ao direito de apagar os comentários que não cumpram estas regras. Receber alerta de resposta - será enviado um alerta para o seu e-mail sempre que houver uma resposta ao seu comentário. Aparecer como anónimo - os dados (nome e-mail) são ocultados. Os comentários podem demorar alguns segundos para ficarem disponíveis no site.

Se tem conta, faça Login

Email

Password

Legenda

Utilizador RegistadoUtilizador Registado    Utilizador Não RegistadoUtilizador Não Registado





Coligação das desculpas

Leitor ironiza com as desculpas dos ministros

Augusto Küttner de Magalhães

Da falta de civismo no trânsito

 

Um destes dias, ao fim da tarde, circulava de automóvel na zona ocidental do Porto, numa rua estreita de sentido único. Um automóvel estava parado no meio da rua, não permitindo a passagem, com a condutora ...

António Catita, antoniojscatita@sapo.pt

Despertar consciências

 

Diariamente, os jornais atraem a nossa atenção com notícias sobre factos ilícitos envolvendo figuras públicas. (...) O problema é que delitos e comentários críticos tornaram-se tão numerosos e corriqueiros...



Mário Salsa, mariosalsa@sapo.pt

O que o povo quer

 

Segundo António José Saraiva, "Portugal não é já uma nação, uma pátria, um povo e uma sociedade que se auto respeite e se auto ajude. Portugal, de há uns tempos para cá, desagregou-se do todo nacional...

LUÍS MOREIRA

Um dia para as desculpas

 

O primeiro-ministro estará a ser investigado pelo Departamento Central de Investigação e Ação Penal por ilegalidade devido a rendimentos auferidos entre 1995 e 1998, período em que era deputado, e que...



 
António J. M. Nunes da Silva, ajmnsilva@gmail.com

A redução do número de deputados

 

Li no DN que a proposta do PS, de redução do número de deputados para 181, condenaria à não eleição de figuras de peso na política de hoje, por projeção linear dos resultados das eleições de 2011. Sobretudo...

CARLOS LEAL

O esquecimento de Passos

 

Leitor critica declaração do primeiro-ministro.


Ver Mais




PUB

Especiais

Recuar
Avançar
BT Edições Multimédia
Ocasião/Zaask - Destaque 300x100 DN
Epaper



PUBLICIDADE

sondagem

Inquérito DN

Acredita que o ébola vai chegar a Portugal?

Sim
Não
Votar  Ver Resultados



DN

Epaper

Epaper