Publicidade
Diário de Notícias Diário de Notícias


Crise

Salvar o 'paciente' que agora é Portugal

por ARLINDO DE JESUS COSTA  

Leitor faz avaliação negativa ao exercício do Governo.

Passado que está um ano, após a entrada em funções deste Governo(leia-se médico) e da aplicação da receita laranja ao País, é tempo de fazer a radiografia ao doente (leia-se, a Portugal), que afetado pelas toxinas alaranjadas revela na dita radiografia largas "manchas negras". Ele é a mancha do desemprego que cresceu brutalmente de há um ano a esta parte, a mancha da degradação do SNS, da quebra de salários da maioria dos portugueses, da solidão dos idosos sem amparo social e sem dinheiro para a sua alimentação e para os seus necessários medicamentos. etc... Depois, a agravar o estado clínico do doente, as artérias da economia e dos órgãos de decisão política continuam entupidas e esclerosadas pelos jogos de interesse que são: a promiscuidade entre o poder político e o poder económico. Tudo isto leva-nos a concluir que o diagnóstico para o paciente é preocupante, e ou o paciente muda de "médico" e (claro) de receita ou vai continuar a definhar. Daí ser urgente mudar de" médico" para salvar o "paciente" que é Portugal.


Patrocínio
 
541Visualizações
0Impressões
8Comentários
0Envios
Ferramentas

Enviar por EmailEnviar por EmailPartilharPartilhar
ImprimirImprimir
Aumentar TextoAumentar TextoDiminuir TextoDiminuir Texto

FERRAMENTAS
 
  • Enviar por EmailEnviar
  • PartilharPartilhar
  • ImprimirImprimir
  • Comentar este ArtigoComentar este Artigo
  • Aumentar TextoAumentar Texto
  • Diminuir TextoDiminuir Texto
 
PARTILHAR NOTíCIA
 
Comentar

Caracteres disponíveis: 750

Receber alerta de resposta Aparecer como Anónimo
Lembrar dados pessoais
  • Comentar

Nota: Os comentários deste site são publicados sem edição prévia e são da exclusiva responsabilidade dos seus autores. Consulte a Conduta do Utilizador, prevista nos Termos de Uso e Política de Privacidade. O DN reserva-se ao direito de apagar os comentários que não cumpram estas regras. Receber alerta de resposta - será enviado um alerta para o seu e-mail sempre que houver uma resposta ao seu comentário. Aparecer como anónimo - os dados (nome e-mail) são ocultados. Os comentários podem demorar alguns segundos para ficarem disponíveis no site.

Se tem conta, faça Login

Email

Password

Legenda

Utilizador RegistadoUtilizador Registado    Utilizador Não RegistadoUtilizador Não Registado





Valeu a pena... e de que maneira

Leitor recorda dados do passado para assinalar a mudança na vida dos portugueses

ANTÓNIO CATITA, ANTONIOJSCATITA@SAPO.PT

Os jogos eleitoralistas

 

Leitor acredita que maior peso da esquerda no poder melhoraria a governação.

ACÁCIO PINTO, ACACIOMADPINTO@GMAIL.COM

Dinheiro mal aplicado não rende

 

Leitor faz votos por utilização eficaz dos fundos europeus



Tomaz Albuquerque

Que se passa com Pinto da Costa?

 

Por isto e por aquilo, e se calhar até por motivos de saúde, Pinto da Costa está muito diferente. Aqui há meia dúzia de anos, se o FC Porto já tivesse perdido o campeonato, sido eliminado da Liga Europa...

José Madureira - jmadureira,nefr@gmail.pt

A pedrada no charco

 

Ao propor a exclusividade de funções dos deputados, o BE deu um passo importante para o saneamento da partidocracia. No pântano político criado pelos três partidos de direita, que não têm ideias sobre...



 
António Catita, antoniojscatita@sapo.pt

Crise, consenso e eleições

 

A crise não está para acabar. Governo, PR e FMI apontam para continuação da austeridade por mais de 20 anos. E mesmo para essa situação pretendem consenso dos maiores partidos políticos. Ora, tal realidade...

Augusto Küttner

A Europa à venda a retalho

 

Leitor critica rumo político europeu, ao permitir vultuosas aquisições e concessão de privilégios a entidades exteriores


Ver Mais




PUB
Continente UVA D'OURO 2014 DN 300x100

Especiais

Recuar
Avançar
Amazing Romance in Thailand - DN Destaque (Participação)
25 Abril Concurso de Fotografia
Epaper

PUBLICIDADE

sondagem

Inquérito DN

Considera que a canonização do papa João Paulo II está a ser feita cedo demais?

Sim
Não
Votar  Ver Resultados



DN

Epaper

Epaper