Publicidade
Diário de Notícias Diário de Notícias


Polémica Leitor reflete sobre o uso feito...

Os famigerados cartões de crédito

por CARLOS DUARTE, LISBOA  

Não percebo a atual polémica acerca dos famigerados cartões de crédito usados pelos ministros de Portugal para pagamento de despesas de trabalho: na empresa privada onde trabalho, há mais de 20 anos que a todos os empregados com funções que o exijam é entregue um cartão de crédito, para pagamento das despesas de serviço no exterior, devendo o empregado depois entregar na contabilidade o recibo no final do mês. Um cartão de crédito é um meio de pagamento, nada mais, e se um empregado pagar despesas pessoais com ele isso é visto pelo contabilista. Com um ministro deve ser o mesmo: não passa pela cabeça de ninguém um ministro de Portugal ir a Bruxelas, por exemplo, e sacar de dinheiro vivo para pagar o hotel ou jantar, seria até um ato insensato . É lamentável que, por motivos meramente de política baixa, se levantem polémicas que só servem para afastar o Povo dos verdadeiros problemas e da política. E é pena que sejam os juízes, que deveriam ter juízo, a levantá-la. (..)


Patrocínio
 
1065Visualizações
49Impressões
2Comentários
0Envios
Ferramentas

Enviar por EmailEnviar por EmailPartilharPartilhar
ImprimirImprimir
Aumentar TextoAumentar TextoDiminuir TextoDiminuir Texto

FERRAMENTAS
 
  • Enviar por EmailEnviar
  • PartilharPartilhar
  • ImprimirImprimir
  • Comentar este ArtigoComentar este Artigo
  • Aumentar TextoAumentar Texto
  • Diminuir TextoDiminuir Texto
 
PARTILHAR NOTíCIA
 
VIRIATO SOROMENHO MARQUES

Churchill, no seu famoso discurso europeísta de Zurique, em 1946, disse que "se [a unidade europeia] for bem construída ela tornará a força material de um só Estado menos importante". A realidade ficou...

FERNANDA CÂNCIO

Lembro-me muito bem do meu primeiro piropo de rua. Lembro-me do sítio, do tom de voz, do olhar. Tinha uns 12 anos, vinha do liceu e um homem com idade para ser meu avô disse, quase ao meu ouvido: "Lambia-te...

PAULO PEREIRA DE ALMEIDA

A OCDE - Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Económico - só pode ser uma ironia no que concerne aos seus propósitos e à sua "boa vontade" em relação aos países onde intervém. Na verdade, a...

LEONÍDIO PAULO FERREIRA

Kissinger, o papa da geopolítica, costuma diferenciar os americanos dos russos dizendo que uns preferem póquer, os outros xadrez. Quando se olha para Putin percebe-se que a tirada é mais do que uma metáfora...

FERREIRA FERNANDES

Confusão!, queixavam-se os jornais online. Referiam-se ao discurso inicial de Passos Coelho, ontem no Parlamento, sobre a reposição dos salários da função pública - que seria integral em 2016, disse ele...

Comentar

Caracteres disponíveis: 750

Receber alerta de resposta Aparecer como Anónimo
Lembrar dados pessoais
  • Comentar

Nota: Os comentários deste site são publicados sem edição prévia e são da exclusiva responsabilidade dos seus autores. Consulte a Conduta do Utilizador, prevista nos Termos de Uso e Política de Privacidade. O DN reserva-se ao direito de apagar os comentários que não cumpram estas regras. Receber alerta de resposta - será enviado um alerta para o seu e-mail sempre que houver uma resposta ao seu comentário. Aparecer como anónimo - os dados (nome e-mail) são ocultados. Os comentários podem demorar alguns segundos para ficarem disponíveis no site.

Se tem conta, faça Login

Email

Password

Legenda

Utilizador RegistadoUtilizador Registado    Utilizador Não RegistadoUtilizador Não Registado





Um Executivo em desagregação

Apesar do aparente clima de unidade em que decorreram as jornadas parlamentares conjuntas do PSD e do CDS, estas revelaram em primeiro lugar que a maioria fez deste encontro um exercício de escárnio e...

José Carlos Albino, zeca.albino@gmail.com

A "propaganda" do Governo ao Orçamento de Estado para 2015

 

A visita do secretário-geral da OCDE, com o relatório sobre Portugal, e a visita da 'troika' que já não manda, com apresentação de novas medidas para empobrecimento e emagrecimento do Estado Social, estão...

Artur Canha da Piedade, arturcpiedade@gmail.com

A principal questão antes das próximas legislativas

 

60 mil milhões de euros. É este o valor total de juros que o País tem de pagar entre 2014 e 2020, segundo noticiou o DN.



João Salgado, montessalgado@gmail.com

Recusas sem convite

 

O PS e António Costa dispararam nas sondagens, causando um colossal alvoroço entre os seus tradicionais adversários.

António J. M. Nunes da Silva

Meias verdades

 

O ministro da Solidariedade disse que o aumento (...) de emprego faz aumentar a receita de IRS. Como, se a esmagadora maioria dos postos que se criam serão pagos a salário mínimo ou a rondá-lo? Esses...



 
Aristides Teixeira, aristidesteixeira@gmail.com

As greves do Metropolitano de Lisboa

 

Os trabalhadores do Metro de Lisboa têm direito a fazer greve. Ponto.

Maria João Cavaco, mariajoao.mjm@gmail.com

O jornalismo está mais pobre

 

É comum ouvirmos por aí que o jornalismo está cada vez mais pobre e que os seus valores se vão perdendo. Alguns consideram até que o jornalismo está em risco. É uma profissão em risco que tende a desaparecer.


Ver Mais




PUB

Especiais

Recuar
Avançar
BT Edições Multimédia
Epaper
Ocasião/Zaask - Destaque 300x100 DN



PUBLICIDADE

sondagem

Inquérito DN

Pensa que Jorge Jesus devia entrar na lista para o prémio de Melhor Treinador do Mundo?

Sim
Não
Votar  Ver Resultados



DN

Epaper

Epaper