Publicidade
Diário de Notícias Diário de Notícias


A pobreza na União Europeia

por João Nobre, joaonobre_1988@hotmail.com  

Informa-nos o Inequality Watch que, segundo dados referentes a 2010, cerca de 16,4% da população da União Europeia (UE) é, neste momento, pobre. Isto perfaz um total de 80 milhões de cidadãos europeus. As mulheres são as maiores vítimas de toda esta miséria: 17,1% são pobres, contra uma taxa de 15,7% para os homens, e 20,2% das crianças da UE com menos de 16 anos de idade vivem numa situação de pobreza.

Por norma, estas crianças são oriundas de famílias que vivem com graves dificuldades financeiras e a sua mobilidade social no sentido positivo é relativamente baixa. Uma criança que nasce numa família pobre, muito dificilmente irá ter acesso à educação de qualidade de que beneficiam os meninos e meninas oriundos dos meios mais privilegiados. Uma criança que nasce pobre, na UE, provavelmente irá morrer pobre: 21,6% dos jovens da UE entre os 16 e os 24 anos são pobres.

A situação é alarmante se tivermos em conta que nos últimos anos aumentou drasticamente o número de jovens desempregados e precários. Nada nas atuais políticas europeias aponta para uma mudança ou inversão da situação, pelo contrário. Tudo indica que a situação irá piorar consideravelmente, sendo provável que termine em graves conflitos sociais e violência ou guerra civil generalizada, a continuar a atual tendência.

14,8% dos "cidadãos" da UE entre os 25 e os 49 anos são pobres e 13,5% daqueles que têm entre os 50 e os 64 anos são pobres também. Os idosos sofrem mais: 15,9% são pobres. Destes, muitos têm de optar entre comprar a comida ou os medicamentos, outros não têm dinheiro para adquirir praticamente nada e por isso limitam-se a sobreviver à custa da caridade e engrossando as filas da "sopa dos pobres" ou "sopa da humilhação" como lhe deviam chamar...

Extremamente preocupante e grave é a situação das assim chamadas famílias monoparentais na UE. Destas, um total de 36,9% são pobres e 26% das famílias tradicionais com três ou mais filhos são pobres, assim como também são pobres 25% dos cidadãos que habitam sozinhos. Já 14,9% das famílias tradicionais com dois filhos são pobres e 11,3% dos casais sem filhos são pobres. Face a esta situação calamitosa, não é minimamente de surpreender que os cidadãos da "poderosa" UE tenham cada vez menos ou nenhuns filhos. A Europa está a morrer de velha, mas parece que poucos se preocupam seriamente com isso.


Ler Artigo Completo(Pág.1/2) Página seguinte
Patrocínio
 
1470Visualizações
0Impressões
1 Comentário
0Envios
Ferramentas

Enviar por EmailEnviar por EmailPartilharPartilhar
ImprimirImprimir
Aumentar TextoAumentar TextoDiminuir TextoDiminuir Texto

FERRAMENTAS
 
  • Enviar por EmailEnviar
  • PartilharPartilhar
  • ImprimirImprimir
  • Comentar este ArtigoComentar este Artigo
  • Aumentar TextoAumentar Texto
  • Diminuir TextoDiminuir Texto
 
PARTILHAR NOTíCIA
 
FERREIRA FERNANDES

O 22 de Novembro é uma data fundamental mas não pelo espetáculo mediático no aeroporto à chegada de José Sócrates; nem, tão-pouco, pela fuga de informações para alguns jornais. O espetáculo baseia-se no...

VIRIATO SOROMENHO-MARQUES

Acontece sempre o mesmo quando os corpos se contraem. Sejam os corpos físicos ou políticos. Parte daquilo que cresceu e proliferou nos tempos quentes de bonança e abundância não encontra lugar de abrigo...

Joel Neto

Curtos dias na capital, para afazeres e afectos. Na primeira noite vamos ao cinema - ao cinema a sério -, talvez a única coisa que não deixou de fazer-nos falta nestes dois anos e meio. Na manhã seguinte...

LEONÍDIO PAULO FERREIRA

É o fim dos mais antigo monopólio mundial, o do sal pelo Estado chinês. Durava desde o imperador Wu no século II a.C e sobreviveu a várias dinastias, ao período republicano e ao regime comunista. Hoje...





PUB

Especiais

Recuar
Avançar
Coleção DN 150 anos - DN Destaque
BT Edições Multimédia
Epaper
Ocasião/Zaask - Destaque 300x100 DN (Pintura) (22-24Nov)



PUBLICIDADE

sondagem

Inquérito DN

A Justiça está a ser muito demorada na aplicação da medida de coação a José Sócrates?

Sim
Não
Votar  Ver Resultados



DN

Epaper

Epaper