Publicidade
Diário de Notícias Diário de Notícias


PEDRO TADEU

O pior da manifestação é mesmo o dia seguinte

por PEDRO TADEU  

O problema das enormes manifestações, como a de sábado passado, é o dia seguinte, quando se exige um pouco mais de nós do que uma pueril discussão sobre o alegado milhão ou os supostos 500 mil que realmente protestaram nas ruas.

No dia seguinte, dizem os defensores do Governo, ninguém apresenta alternativas às políticas de Pedro Passos Coelho. Isso não é, simplesmente, verdade. PS, PCP e Bloco, inúmeros economistas (independentes, de esquerda, do "centrão", gente biograficamente ligada ao PSD e ao PP), jornalistas, vários académicos, todos os parceiros sociais e até intelectuais estrangeiros têm listado, com maior ou menor arrojo, com maior ou menor dissonância em relação ao programa vigente, inúmeras ideias diferentes, de pormenor ou de fundo, para tentar melhorar a situação. Só por desonestidade intelectual se pode dizer que todas elas são irrealismo radical impraticável, demagogia populista ou ilusão revolucionária anacrónica.

Não chega. A verdade é que no dia seguinte a estas manifestações nada junta num projeto de poder os que se uniram para cantar a Grândola. Reconheço isto, por muito que me entristeça. Nem sequer uma bandeira, pois até o lema usado sábado, "Que se Lixe a Troika", não é consensual.

Limitou-se aquela participação cívica, notavelmente pacífica, a ser uma mera libertação coletiva de bílis? Foi apenas uma catarse inconsequente? Se houvesse amanhã eleições, em que votaria a maioria dos manifestantes? Será que iria, sequer, votar ?...

Com a perspetiva de suceder à atual coligação do poder uma aliança PS/PP e uma austeridade semelhante à atual, quantos dos que escreveram em cartão canelado palavras de amargura e desespero, para mostrar ao País a sua indignação, estão dispostos a alinhar, de novo, no jogo da alternância, da roleta "mais do mesmo", onde perdemos, suavemente, as fichas de democracia?


Ler Artigo Completo(Pág.1/2) Página seguinte
Patrocínio
 
8405Visualizações
27Impressões
148Comentários
6Envios
Ferramentas

Enviar por EmailEnviar por EmailPartilharPartilhar
ImprimirImprimir
Aumentar TextoAumentar TextoDiminuir TextoDiminuir Texto

FERRAMENTAS
 
  • Enviar por EmailEnviar
  • PartilharPartilhar
  • ImprimirImprimir
  • Comentar este ArtigoComentar este Artigo
  • Aumentar TextoAumentar Texto
  • Diminuir TextoDiminuir Texto
 
PARTILHAR NOTíCIA
 
NUNO AZINHEIRA

Muito se fala do nascimento de projetos televisivos no cabo e da melhoria da oferta e da diversidade de conteúdos que estão hoje acessíveis aos consumidores. Eu próprio, por aqui, o tenho feito. Mas, independentemente...

JOÃO CÉSAR DAS NEVES

Será Portugal um país desenvolvido, rico, civilizado? Os recentes episódios que revelam a teia de poder à volta do Grupo Espírito Santo (GES) justificam que se pergunte se estaremos no Terceiro Mundo.

VIRIATO SOROMENHO-MARQUES

Para onde quer que nos voltemos, os sinais de que Portugal é hoje um país à deriva são manifestos. Com a saída da troika tornou-se ainda mais evidente que o Governo não tinha qualquer agenda que não fosse...

LEONÍDIO PAULO FERREIRA

Há euforia por estes dias em Londres e não só na City e isso pode ser péssima notícia para a Europa. David Cameron está nas nuvens depois de as estatísticas mostrarem que a economia britânica alcançou...

FERREIRA FERNANDES

Eh lá, o tiro ao alvo a Ricardo Salgado já vai nos danos colaterais. Numa entrevista sobre a compra ou não da TAP, Miguel Pais do Amaral desvia a rota para aterrar no recentemente caído por terra Ricardo...


A cidade e o nexo*

por Brassalano Graça, licenciado em Jornalismo

O DN está aberto à participação dos leitores. Use o email jornalismodecidadao@dn.pt para publicar online os seus artigos, fotos ou videos. Publique os seus SMS usando o número 96 100 200

Ver mais
Comentar

Caracteres disponíveis: 750

Receber alerta de resposta Aparecer como Anónimo
Lembrar dados pessoais
  • Comentar

Nota: Os comentários deste site são publicados sem edição prévia e são da exclusiva responsabilidade dos seus autores. Consulte a Conduta do Utilizador, prevista nos Termos de Uso e Política de Privacidade. O DN reserva-se ao direito de apagar os comentários que não cumpram estas regras. Receber alerta de resposta - será enviado um alerta para o seu e-mail sempre que houver uma resposta ao seu comentário. Aparecer como anónimo - os dados (nome e-mail) são ocultados. Os comentários podem demorar alguns segundos para ficarem disponíveis no site.

Se tem conta, faça Login

Email

Password

Legenda

Utilizador RegistadoUtilizador Registado    Utilizador Não RegistadoUtilizador Não Registado




PEDRO TADEU

Passos Coelho teve um desvio marxista

por PEDRO TADEU

 

Pedro Passos Coelho foi no princípio do mês a Moçambique. Lá, em discurso de Estado, congratulou-se: "Cerca de um milhão de euros de investimento direto português gerou em média 58 postos de trabalho,...


Ver Mais




PUB

Especiais

Recuar
Avançar
Continente UVA D'OURO 2014 DN 300x100
Epaper



PUBLICIDADE

sondagem

Inquérito DN

Concorda que Ministério da Educação retire apoio a alunos que não devolvam manuais?

Sim
Não
Votar  Ver Resultados



DN

Epaper

Epaper