Publicidade
Diário de Notícias Diário de Notícias


NUNO AZINHEIRA

Siga a festa!

por NUNO AZINHEIRA  

Nuns tempos em que as audiências da GfK colocaram a ficção da SIC e da TVI muito próxima (com Dancin' Days a bater a sua principal adversária há mais de oito dias consecutivos...), não deixam de ser curiosos os números da festa da TVI, que decorreu este sábado em Portimão, em comparação com os conquistados pela da SIC, há duas semanas, em Vilamoura. Quase 300 mil espectadores de diferença, com vantagem clara para o canal de Queluz de Baixo.

Na essência, os programas foram idênticos: muita passadeira vermelha, muitos sorrisos e discursos de "família", muitos vestidos arrojados, muitas brincadeiras em direto - enfim, uma fogueira de vaidades de um e de outro lado, com o star system que cada uma conseguiu apresentar.

A TVI foi muito mais eficaz a potenciar a sua festa. Não só começou a emissão muito mais cedo, às 23.30, três quartos de hora antes da SIC, o que lhe permitiu fazer uma audiência maior, como ainda por cima levou o seu Jornal das 8 para o Meo Spot, com condução de Judite Sousa, quase de pezinhos na areia, em direto da Praia da Rocha. Pode discutir-se a relevância informativa do momento para fazer sair o seu principal jornal dos estúdios do canal, mas do ponto de vista de operação especial acertou na mouche, criando um acontecimento em redor da estação. E num momento em que a audimetria revela uma crescente erosão nas audiências da ficção da TVI, este toca a reunir tem uma importância especial que José Fragoso e José Alberto Carvalho souberam compreender. Há um ano e meio, na RTP, nem Fragoso, nem Carvalho, nem muito menos Judite Sousa teriam associado a sempre sacrossanta informação ao entretenimento, mas agora as circunstâncias mudaram. E os três souberam adaptar-se às novas realidades...


Patrocínio
 
1531Visualizações
1 Impressão
3Comentários
0Envios
Ferramentas

Enviar por EmailEnviar por EmailPartilharPartilhar
ImprimirImprimir
Aumentar TextoAumentar TextoDiminuir TextoDiminuir Texto

FERRAMENTAS
 
  • Enviar por EmailEnviar
  • PartilharPartilhar
  • ImprimirImprimir
  • Comentar este ArtigoComentar este Artigo
  • Aumentar TextoAumentar Texto
  • Diminuir TextoDiminuir Texto
 
PARTILHAR NOTíCIA
 
JOEL NETO

Notas para um conto infantil. Três pássaros: um santo-antoninho, um canário e um pardal. Um laranja, um amarelo e um cinzento. Clero, nobreza e povo.

VIRIATO SOROMENHO-MARQUES

Obama ficará na história por várias razões. Uma delas será pelo contributo para a normalização das relações diplomáticas com Cuba. É um gesto corajoso, mas reflete também a mudança de opinião do povo americano...

FERREIRA FERNANDES

Diz-se que o Muro de Berlim (epítome da separação entre o Ocidente e o comunismo) caiu por causa das antenas de televisão. Já não sendo parede, deixava de ter justificação... Seja, mas deve ser um método...


Tabus

por Dario F. Ruivo, Seixal (darioruivo@gmail.com)

O DN está aberto à participação dos leitores. Use o email jornalismodecidadao@dn.pt para publicar online os seus artigos, fotos ou videos. Publique os seus SMS usando o número 96 100 200

Ver mais
Comentar

Se tem conta, faça Login

Email

Password



NUNO AZINHEIRA

Big Brother socialista

por NUNO AZINHEIRA

 

Nos últimos três meses, a televisão assistiu em direto ao interior de um partido. Um verdadeiro reality show, centrado em dois protagonistas, António José Seguro e António Costa, onde não faltaram os grupos...


Ver Mais




PUB
PEPE Jornadas Empreendedorismo Turismo - DN Destaque

Especiais

Recuar
Avançar
TSF Superbrand - DN destaque
BT Edições Multimédia
Epaper



PUBLICIDADE

sondagem

Inquérito DN

Concorda com a aproximação entre Estados Unidos e Cuba?

Sim
Não
Votar  Ver Resultados



DN

Epaper

Epaper