Publicidade
Diário de Notícias Diário de Notícias


NUNO  SARAIVA

O objetivo escondido de Marcelo

por NUNO SARAIVA  

Marcelo Rebelo de Sousa acusa o líder do PS de promover "uma golpaça" com a revisão dos estatutos para travar uma eventual candidatura de António Costa a secretário-geral do partido, antes das legislativas de 2015. Na resposta, António José Seguro diz que o comentador age de "má- -fé" e com base em "falsidades". Mas o que Seguro não diz é o óbvio: Marcelo, a quatro anos de distância, já só pensa nas presidenciais de 2016. E não é de agora. Há poucas semanas disparou contra aquele que é o seu principal rival à direita, Durão Barroso. Domingo passado, e percebendo que de entre os potenciais candidatos à esquerda António Costa é o que mais problemas lhe pode causar, decidiu fazer eco das críticas do autarca de Lisboa à proposta de revisão de estatutos que Seguro fez aprovar no último fim de semana. Marcelo ensaiou assim, ele próprio, uma "golpaça" mais ou menos maquiavélica. Isto é, ao usar a TVI como megafone para incentivar uma querela dentro do PS, com vista ao derrube de Seguro, e instigar a hipotética eleição de António Costa como secretário-geral do PS e, por consequência, candidato natural a primeiro-ministro - ficando, naturalmente, fora da arena presidencial -, Marcelo procura "limpar" de adversários incómodos o terreno à sua esquerda na corrida para Belém. Resta saber quem serão os próximos alvos do professor.


Patrocínio
 
5923Visualizações
20Impressões
8Comentários
9Envios
Ferramentas

Enviar por EmailEnviar por EmailPartilharPartilhar
ImprimirImprimir
Aumentar TextoAumentar TextoDiminuir TextoDiminuir Texto

FERRAMENTAS
 
  • Enviar por EmailEnviar
  • PartilharPartilhar
  • ImprimirImprimir
  • Comentar este ArtigoComentar este Artigo
  • Aumentar TextoAumentar Texto
  • Diminuir TextoDiminuir Texto
 
PARTILHAR NOTíCIA
 

O DN está aberto à participação dos leitores. Use o email jornalismodecidadao@dn.pt para publicar online os seus artigos, fotos ou videos. Publique os seus SMS usando o número 96 100 200

Ver mais

NUNO SARAIVA

Por acaso foi ideia nossa fazê-lo primeiro-ministro

por NUNO SARAIVA

 

Em junho de 2009, na ressaca de uma derrota retumbante nas eleições europeias e a caminho das legislativas, José Sócrates deu uma entrevista à SIC em que se manifestou "muito contente" consigo próprio...


Ver Mais




PUB

NOTÍCIAS Mais VISTAS

btn Banco Popular - DN Destaque
Continente UVA D'OURO 2015 DN 300x100
Btn EdMultimedia - Geral



PUBLICIDADE

sondagem

Inquérito DN

A quem atribui maior responsabilidade sobre o drama dos refugiados na Europa?

- Aos governos dos países
- À Comissão Europeia
- À ONU
Votar  Ver Resultados



DN

Epaper

Epaper