Publicidade
Diário de Notícias Diário de Notícias


Convidado

História de Portugal muito resumida

por JOSÉ CARLOS GONÇALVES VIANA, ENGENHEIRO  

Portugal começou com um conde vindo do norte da Europa para ajudar a realizar a reconquista da Península, o qual casou com uma filha do rei de Leão e tomou conta do Condado Portucalense, tendo nascido deste casamento D. Afonso Henriques, que mais tarde decidiu desenvolver o condado para ser país independente, pelo que teve que se revoltar contra os partidários da dependência, naturalmente ligados a sua mãe.

Conseguiu a independência em 1140 e rapidamente expandiu a fronteira numa linha de perto de Barca de Alva até Lisboa, criando assim Portugal e depois alargando o território até abaixo do Tejo.

Quase um século depois o rei D. Afonso III, que antes vivia em Boulogne, e por isso foi cognominado "O Bolonhês", veio ocupar o trono, tendo reorganizado o Estado e iniciado a intensificação das ligações com o norte da Europa, o que permitiu a seu filho D. Dinis, que entretanto tinha recebido de seu avô D. Afonso X, rei de Leão e Castela, como presente o Algarve, continuar a organizar o País e iniciar o desenvolvimento da nossa Marinha.

Cerca de 1380 a situação política complicou-se, pois o rei D. Fernando morreu, deixando uma filha casada com o rei de Castela, e o País dividido entre os partidários deste, que era a maior parte da nobreza, e os partidários de D. João, Mestre de Avis, e irmão bastardo do rei, que era apoiado principalmente pela burguesia de Lisboa e Porto, onde havia elevada percentagem de judeus sefarditas, e tinha excelentes relações com a Inglaterra.

Assim foi o Mestre de Aviz o rei D. João I, que com estes apoios e a escolha de Nuno Álvares Pereira para chefiar o exército português conseguiu derrotar o rei castelhano, garantir a independência do País e dar origem à dinastia de Avis, e como o desenvolvimento só se podia realizar para sul e poente, isto é, pelo mar, a estratégia então decidida foi a expansão marítima.


Ler Artigo Completo(Pág.1/4) Página seguinte
Patrocínio
 
38053Visualizações
278Impressões
1 Comentário
18Envios
Ferramentas

Enviar por EmailEnviar por EmailPartilharPartilhar
ImprimirImprimir
Aumentar TextoAumentar TextoDiminuir TextoDiminuir Texto

FERRAMENTAS
 
  • Enviar por EmailEnviar
  • PartilharPartilhar
  • ImprimirImprimir
  • Comentar este ArtigoComentar este Artigo
  • Aumentar TextoAumentar Texto
  • Diminuir TextoDiminuir Texto
 
PARTILHAR NOTíCIA
 
VIRIATO SOROMENHO MARQUES

O primeiro problema da dívida pública em Portugal reside no modo como o tema é discutido. Limitar a questão à sua (in) sustentabilidade é um erro profundo. Espero que o debate iniciado no Parlamento possa...

PEDRO MARQUES LOPES

O discurso com que os chefes de Estado e de governo da União Europeia se despediram de Durão Barroso foi feito por Angela Merkel. Não admira. O, até dia 1 de novembro, presidente da Comissão Europeia foi...

PAULO BALDAIA

Volto ao assunto. A discussão sobre a antecipação das legislativas não começou agora e não é por "gula de poder" que o tema está em debate. Não se trata de prémio ou castigo para o governo. São conhecidos...


A cidade e o nexo*

por Brassalano Graça, licenciado em Jornalismo

O DN está aberto à participação dos leitores. Use o email jornalismodecidadao@dn.pt para publicar online os seus artigos, fotos ou videos. Publique os seus SMS usando o número 96 100 200

Ver mais
Comentar

Caracteres disponíveis: 750

Receber alerta de resposta Aparecer como Anónimo
Lembrar dados pessoais
  • Comentar

Nota: Os comentários deste site são publicados sem edição prévia e são da exclusiva responsabilidade dos seus autores. Consulte a Conduta do Utilizador, prevista nos Termos de Uso e Política de Privacidade. O DN reserva-se ao direito de apagar os comentários que não cumpram estas regras. Receber alerta de resposta - será enviado um alerta para o seu e-mail sempre que houver uma resposta ao seu comentário. Aparecer como anónimo - os dados (nome e-mail) são ocultados. Os comentários podem demorar alguns segundos para ficarem disponíveis no site.

Se tem conta, faça Login

Email

Password

Legenda

Utilizador RegistadoUtilizador Registado    Utilizador Não RegistadoUtilizador Não Registado




Não é assim que nascem mais bebés

por SÍLVIA OLIVEIRA

 

Já sabe o que lhe vai acontecer em 2015, quando a reforma do IRS, apresentada na semana passada, entrar em vigor? Não? O problema não é seu, não se preocupe. O governo sempre garantiu que as famílias sem...


Ver Mais




PUB

Especiais

Recuar
Avançar
BT Edições Multimédia
Epaper
Ocasião/Zaask - Destaque 300x100 DN



PUBLICIDADE

sondagem

Inquérito DN

Qual o melhor presidente para o Brasil?

Dilma Rousseff
Aécio Neves
Votar  Ver Resultados



DN

Epaper

Epaper