Publicidade
Diário de Notícias Diário de Notícias


Espanha

Ofertas de trabalho excluem maiores de 35 anos

por Luís Manuel Cabral  

Fila de desempregados num centro de emprego de Madrid
Fila de desempregados num centro de emprego de Madrid Fotografia © Susana Vera - Reuters

A discriminação pela idade já nem se oculta, os anúncios de emprego que excluem trabalhadores mais velhos inundam a Internet e, mesmo quando a economia espanhola voltar a crescer, dizem os peritos, poderão continuar de fora do mercado laboral.

Uma empresa de Málaga do sector de marketing acaba de publicar um anúncio de emprego na Internet onde oferece cinco postos de trabalho para representar "marcas importantes", oferecendo a possibilidade de se ganhar 15 mil euros mensais. O anúncio pede boa aparência, facilidade de trabalho em equipa e... uma idade compreendida entre os 18 e os 35 anos. Outra empresa na área da Química também pede colaboradores com experiência técnica, sentido de responsabilidade, organização e... menos de 35 anos.

Segundo o jornal espanhol "El País", é interminável a lista de anúncios que se podem encontrar na Internet onde qualquer pessoa que tenha mais de 35 anos está automaticamente descartada da possibilidade de se candidatar a um emprego. Hoje, é difícil imaginar que uma empresa diga abertamente que só procura trabalhadores de determinada raça, que não aceita empregados de uma certa etnia e que pessoas de um determinado sexo possam abster-se de fazer a sua candidatura. No entanto, a descriminação por idade é assumida abertamente, não tendo as empresas receio nenhum em colocar preto no branco que a partir de determinada idade as candidaturas a um posto de trabalho não serão aceites.

E ainda que todas as empresas coloquem um limite de idade de forma explícita nos seus anúncios, não é nenhum segredo que os obstáculos nos processos de seleção aumentam a partir dos 40 anos.

"Não acho que seja normal, bonito, nem que alguém goste de qualquer tipo de critério de seleção que seja descriminatório e que não tenha simplesmente a ver com as capacidades de cada um", afirma Nekane Rodríguez, diretora da Lee Hecht Harrison, a divisão da Adecco especializada na recolocação de trabalhadores no mercado de trabalho, sobretudo aqueles que têm mais de 40 anos. "Nós tentamos ultrapassar essa barreira para conseguir que uma pessoa, por exemplo com 50 anos e que nós sabemos que tem o perfil exato para aquilo que a empresa procura, consiga arranjar emprego e por isso damos essa indicação mas", adianta, "há muitas empresas que ainda acreditam que quanto mais idade tiver uma pessoa mais vicios adquiridos traz com ela, bem como maiores exigências salariais e risco de abandonar a empresa quando encontrar algo que se aproxime mais do seu perfil laboral", diz a perita em recolocação de trabalhadores.

Mas o problema é quando o candidato com mais de 40 anos não tem sequer a oportunidade de aceitar o salário que lhe oferecem, explicar que é flexível ou que tem disponibilidade total porque é excluído à partida. Por isso, em Espanha, a taxa de desempregados de longa duração (aqueles que já estão há mais de um ano sem encontrar emprego) disparou devido à crise mas, para aqueles que têm mais de 45 anos, o risco é ainda maior porque com o passar do tempo ficam deslocados do mercado de trabalho e quando a crise for ultrapasada poderão já estar irremediavelmente desatualizados em relação ao mesmo. No país vizinho há hoje quase seis milhões de desempregados (uma taxa de desemprego de quase 20%) dos quais 1,7 milhões têm entre 40 e 65 anos de idade.


Ler Artigo Completo(Pág.1/2) Página seguinte
Patrocínio
 
6323Visualizações
17Impressões
43Comentários
2Envios
Ferramentas

Enviar por EmailEnviar por EmailPartilharPartilhar
ImprimirImprimir
Aumentar TextoAumentar TextoDiminuir TextoDiminuir Texto

FERRAMENTAS
 
  • Enviar por EmailEnviar
  • PartilharPartilhar
  • ImprimirImprimir
  • Comentar este ArtigoComentar este Artigo
  • Aumentar TextoAumentar Texto
  • Diminuir TextoDiminuir Texto
 
PARTILHAR NOTíCIA
 
Comentar

Caracteres disponíveis: 750

Receber alerta de resposta Aparecer como Anónimo
Lembrar dados pessoais
  • Comentar

Nota: Os comentários deste site são publicados sem edição prévia e são da exclusiva responsabilidade dos seus autores. Consulte a Conduta do Utilizador, prevista nos Termos de Uso e Política de Privacidade. O DN reserva-se ao direito de apagar os comentários que não cumpram estas regras. Receber alerta de resposta - será enviado um alerta para o seu e-mail sempre que houver uma resposta ao seu comentário. Aparecer como anónimo - os dados (nome e-mail) são ocultados. Os comentários podem demorar alguns segundos para ficarem disponíveis no site.

Se tem conta, faça Login

Email

Password

Legenda

Utilizador RegistadoUtilizador Registado    Utilizador Não RegistadoUtilizador Não Registado





PUB

Especiais

Recuar
Avançar
Continente UVA D'OURO 2014 DN 300x100
BT Edições Multimédia
Epaper



PUBLICIDADE

sondagem

Inquérito DN

Morte de jornalista americano pode ajudar o mundo a unir-se contra extremistas do Estado Islâmico?

Sim
Não
Votar  Ver Resultados



DN

Epaper

Epaper